Blue Flower

Seja benvindo(a)!

Digite o termo na pesquisa conforme o Sumário atual da terceira etapa. Aperte o enter e aguarde o melhor resultado. Após entrar no tema da publicação, busque a palavra do seu interesse usando as teclas Ctrl + f. surgirá uma barra superior onde se deve digitar a palavra chave, p. ex. "Dummar", logo aparecerá ressaltada, com o número de vezes que se acha no texto. 

 

 

 

  Por Francisco Augusto de Araújo Lima. Fortaleza, 19.10.2020. genealogia@familiascearenses.com.br

 

  Luís Edgard de Andrade Furtado nasceu aos 17 de março de 1931, em Fortaleza, e foi batizado, no dia sete de abril do mesmo ano, na Capela do Carmelo de Santa Teresinha, pelo Frei Silvério, sendo seus padrinhos, Francisco de Assis Bezerra de Menezes e Maria Cristina Saraiva. Faleceu aos 29 de abril de 2020, em consequência do Covid-19.

   Termo de batismo do Dr. Luís Edgard.

      

        Cf. Livro de Batismos, Fortaleza. familysearch.org.

   O Dr. Luís Edgard filho de Manoel Antônio de Andrade Furtado n. 28 de janeiro de 1890, Quixeramobim, e de Maria Dilara Bezerra de Menezes, (2ª esposa), casados em Baturité, aos 29 de maio de 1930. Neto paterno de José Furtado de Mendonça Bezerra de Menezes (Juca) e de Ana Estela Saraiva de Andrade, casados aos 09 de fevereiro de 1889. Juca nasceu a 12 de julho de 1860, filho de Vasco Rogério Furtado de Menezes e de Henriqueta Angélica do Patrocínio Bezerra (nascida a 02.03.1853 em Quixeramobim, e filha de Manoel Antônio de Andrade e de Felícia Antônia Saraiva Leão).

      Termo de casamento de José Furtado de Mendonça Bezerra de Menezes e Ana Estela Saraiva de Andrade.

 

      

        Cf. Livro de Matrimônios. Ceará familysearch.org.

   

Luís Edgard, neto materno de Antônio Bezerra de Menezes e de Maria de Nazaré Almeida Castro, casados aos 23.06.1867.

   

     Cf. Livro de Matrimônios. Ceará familysearch.org.

 

  O Dr. Luís Edgard de Andrade Furtado casou-se a 31 de janeiro de 1978, com Dona Teresa Franco de Toledo nascida aos 04 de janeiro, em Palestina, São Paulo. Pais de: Maria Isabel de Toledo Andrade, Bárbara de Toledo Andrade e Constança de Toledo Andrade.

  Bacharel pela Faculdade Católica de Filosofia do Ceará, 1952, e em Direito, pela Faculdade de Direito do Ceará, 08.12.1953, Jornalista, iniciando no jornal católico de Fortaleza, O Nordeste, na Rádio Iracema, na Revista o Cruzeiro, no jornal Diário Carioca, na cidade do Rio de Janeiro. Na França fez curso de pós - graduação no Centro de Formação de Jornalistas. Correspondente do Jornal do Brasil, em Paris. Correspondente de guerra, 1968, no Vietnam, onde encontrou inspiração para o seu reconhecido trabalho, Bao Chi, Bao Chi. Editor Chefe do Jornal Nacional, da Rede Globo de Televisão.

  O destaque que desejo aqui fazer é sobre a sua paixão pela genealogia. Pesquisou a sua ascendência Escócia Drumont, Bezerra de Menezes, Saraiva Leão, Andrade, Furtado de Mendonça em Portugal continental e na Região Autônoma dos Açores. Do amor em comum a genealogia foi como o conheci pessoalmente, na cidade do Rio de Janeiro, Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, no dia 05 de março de 2007, ambos participando do 1º Workshop Genealogia Nordestina – Resgatando Paes Barreto, idealizado e coordenado pela bibliotecária e documentalista Sonia Maria Xavier de Araújo-Ulrich.

 

O Dr. Luís Edgar em sua fala no ano de 1990, no Instituto do Ceará, se referiu a uma misteriosa Antônia, citada pelo Dr. Antônio Benício, como sendo uma mulher branca da família do Estribo Seco. E durante mais de duzentos anos o segredo foi mantido. Indagado pelo Dr. Luís Edgar, após a minha palestra, relatei o que havia encontrado nas minhas pesquisas, ano de 1992, nos livros eclesiais de Russas.

5ª Filha por Albina Ferreira de Soveral e de Alexandre de Brito Pereira.

5. Antônia - Esquecida Por Amar, n. 1747, em Morada Nova, Ceará, batizada a 11 de março de 1747, no Sítio da Tapera, Ribeira do Banabuiú. Residiu na Fazenda do Estribo Seco. Termo de leitura difícil, folha estragada.  Gêmea com Juliana que veio a falecer.

D. Antônia, banida do mundo dos vivos e dos mortos. Para a tradição oral, que a esqueceu, ela não existiu. Foi esmagada pela audácia de haver tido uma filha natural, de nome Ana Batista. A sua existência foi à sombra da sua irmã Ana do Ó, sem luz própria e apesar de ser avoenga biológica da família Saraiva, não se registra nem o seu prenome, muito menos o seu nome completo. Viveu  pouco  tempo ou teve apenas uma relação fortuita com João Batista da Costa Coelho, Tenente Coronel  n.  Porto, Portugal, que morou em Aquiraz, casado com com Micaela de Jesus Ramos, natural de Goiana, Pernambuco.  Assim surgiu a amizade  com o ilustre jornalista e pesquisador sério da genealogia cearense. Amizade que fez questão de estender ao seu irmão Paulo Abel, ao Fernando Câmara ao Dr. Edgardo Pires Ferreira e outros que unidos sentimos a sua partida, confortados pela certeza que repousa em paz.

 

 

Composição da mesa Solenidade de Abertura pela pesquisadora Sonia Maria Xavier de Araújo-Ulrich

Quem foi o Desembargador Carlos Xavier Paes Barreto
 pelo Dr. Reinaldo Paes Barreto Leite

O Desembargador Carlos Xavier Paes Barreto e sua correspondência genealógica
 por Carlos Eduardo Barata

Genealogia Alagoana 
pela pesquisadora Sonia Maria Xavier de Araújo-Ulrich

Genealogia Bahiana 
pelo Dr. Christovão Dias de Avila Pires Jr.

Genealogia Cearense
 pelo Dr. Francisco Augusto de Araújo Lima

Genealogia Maranhense
 pelo Desembargador Milson Coutinho

Genealogia Paraibana
 pelo Dr. Fábio de Arruda Lima

Genealogia Pernambucana
 pelo Dr. Reinaldo José Carneiro Leão

Genealogia Piauiense
 por Renato Araribóia de Brito Bacelar

Genealogia Riograndense do Norte
 pelo Dr. Paulo Fernando de Albuquerque Maranhão

Genealogia Sergipana
 pelo Dr. Ricardo Teles de Araújo

Por uma escola brasileira de genealogia
 pelo Dr. Gilson Caldwell do Coutto Nazareth

Agradecimento: Noemia Paes Barreto Brandão

Solenidade de Encerramento: Prof. Dalmiro da Motta Buys de Barros

C
oquetel Nordestino de Confraternização: das 17:00h às 19:00h


Mestre de Cerimônia: Claudio de Carvalho Xavier
Filmagem: "Buffett"
Recepcionista: Srta. Marianna Gayoso Prates
Segurança: Marcelo

 

Cf. Luiz Edgar de Andrade Furtado. Andrade Furtado. Raízes e Origens. RIC, 1990. p. 161/166. Cf. Aluísio Furtado Bezerra. Família Bezerra de Menezes. Descendência de Joana Bezerra de Menezes. S/E. Fortaleza. 2014. 2ª Edição. p. 228,232,259.