Blue Flower

Seja benvindo(a)!

Digite o termo na pesquisa conforme o Sumário atual da terceira etapa. Aperte o enter e aguarde o melhor resultado. Após entrar no tema da publicação, busque a palavra do seu interesse usando as teclas Ctrl + f. surgirá uma barra superior onde se deve digitar a palavra chave, p. ex. "Dummar", logo aparecerá ressaltada, com o número de vezes que se acha no texto. 

 

 

                                                

            Manoel da Costa Farrapo nasceu aos nove dias do mês de novembro de 1746, no lugar Rosto do Cão, Concelho de Ponta Delgada, Ilha de São Miguel, Açores, de onde veio para o Recife, e depois para a Ribeira do Acaraú.

   Termo de batismo de Manoel da Costa Farrapo. Manoel filho de Bartolomeu de Souza e de Isabel Muniz naturais deste lugar de Rosto de Cão, nasceu em os nove dias do mês de novembro de 1746, e foi batizado na pia batismal da Igreja de São Roque onde seus pais são fregueses em os dezesseis dias do dito mês e era acima dito por mim Luís Álvares Carneiro, Cura da Ermida de N. Senhora do Livramento, sufragânea desta dita Paroquial; foi padrinho, Manoel da Costa Farrapo, homem casado, morador neste lugar do Rosto do Cão; foram testemunhas o Padre João da Costa Furtado e Domingos de Souza, ambos moradores no sobredito lugar e para constar fiz este assento ano dia mês e era acima dito. O Cura Luís Álvares Carneiro.”  

   Manoel da Costa Farrapo, terceiro filho de D. Isabel Muniz, e do seu segundo marido Bartolomeu de Souza, naturais do lugar Rosto do Cão, Freguesia de São Roque.

   Ascendentes:

- Pedro Gonçalves Farrapo casado com Maria Luís, pais de:

- Pedro da Costa casado com Isabel Gonçalves, pais de:

- Manoel da Costa Farrapo casado com Isabel Fernandes, como a seguir fica explicitado.

 

   Transcrição livre do termo de casamento dos pais de Manoel da Costa Farrapo.  “Em os dezenove dias do mês de junho de 1740 anos, na Paroquial Igreja de São Roque, casaram-se Bartolomeu de Souza, filho de Manoel da Costa Farrapo e de Bárbara de Aguiar, batizado na Igreja de São Roque e freguês da Ermida de N. Senhora do Livramento, anexa da Paroquial de São Roque, e D. Isabel Muniz, viúva de João de Gouveia, sepultado no Hospital Real de Lisboa. Informam Bárbara da Costa e Maria da Ascensão, que D. Isabel Muniz fizera votos de não casar e por haver dado fiança de mandar vir certidão de como era morto o dito seu marido e não haver mais impedimento como tudo me consta de um mandato do Padre José Jácome da Costa, Ouvidor deste Distrito, se receberam em casamento. Presentes, o Cura da Igreja de São Roque, Padre Antônio Gomes Tavares, as testemunhas, Manoel da Costa, Manoel da Costa Farrapo, moradores deste lugar (Rosto do Cão), e de outras pessoas”.

   Termo de casamento dos avós paternos de Manoel da Costa Farrapo. “Em os quinze dias do mês de outubro de 1703 anos, de tarde, na Igreja Paroquial de São Roque, casaram-se, Manoel da Costa Farrapo, natural do lugar Rosto do Cão, Freguesia de São Roque, filho de Manoel da Costa (Farrapo) e de Ana de Souza, e Bárbara de Aguiar, filha de Antônio Rodrigues Horta e de sua mulher Maria de Aguiar. Os contraentes, batizados e desobrigados, moradores no citado lugar Rosto do Cão. Presentes, o Vigário, Padre Francisco da Costa Carneiro, as testemunhas, o Reverendo Padre Lourenço da Costa, Domingos da Costa Souza”.

   Termo de casamento dos bisavós paternos de Manoel da Costa Farrapo. “Em os três dias do mês de junho de 1674, recebi in face eclesiais a Manoel da Costa (Farrapo), filho de Manoel da Costa Farrapo e de Isabel Fernandes, com Ana de Souza, filha de Martinho Fernandes e de Luíza Martins. Presentes, o Padre Antônio Duarte de Souza, as testemunhas, Antônio Pereira Dutra (?), Manoel da Costa Farrapo, o Padre João de Souza, e outras pessoas desta Freguesia”. 

        Irmãos anotados de Manoel da Costa Farrapo, o falecido em Sobral, Ceará.

  1. Teresa nasceu a 28 de abril de 1741, e foi batizada na Paroquial Igreja de São Roque, onde seus pais são fregueses, pelo Padre Antônio Gomes Tavares, no dia 04 de maio do ano citado. Padrinho, Manoel da Costa Farrapo, casado. Testemunhas, Manoel de Paiva e o Padre José da Costa Furtado.
  2. André nasceu a 09 de fevereiro de 1744, batizado a 16 do dito mês e ano, na Paroquial Igreja de São Roque, onde seus pais são fregueses, pelo Padre Sebastião de Castro. Padrinho, Manoel da Costa Farrapo, casado. Testemunhas, João de Souza, Manoel da Costa Cabral, João da Costa Furtado.
  3. Catarina nasceu a 10 de março de 1749, e foi batizada na Paroquial Igreja de São Roque, onde seus pais são fregueses, pelo Padre Luís Álvares Carneiro, Cura da Ermida de N. Senhora do Livramento, a 16 do dito mês e ano. Padrinho, Manoel da Costa Farrapo, casado. Testemunhas, o padre João da Costa Furtado, Tesoureiro da Igreja de São Roque, e João Ferreira.

- Casamento do tio paterno de Manoel da Costa Farrapo.

Manoel da Costa Farrapo, f. de Manoel da Costa Farrapo e de Bárbara de Aguiar, casou-se a 02.06.1740, na Paroquial Igreja de São Roque, com Antônia de Souza, f. de Francisco de Lima e de Maria de Pimentel. 50

- Casamento do tio-avô paterno de Manoel da Costa Farrapo. João de Souza, do lugar Rosto do Cão, f. de Manoel da Costa Farrapo e de Ana de Souza, casou-se a 17.11.1704, de tarde, na Paroquial Igreja de São Roque, com Bárbara Ferreira, f. de João Rodrigues Horta e de Bárbara Ferreira. Pais de Jacinta, nascida a 10.02.1743, e batizada a 17 do dito mês e ano, na Igreja de São Roque. Padrinho, Bartolomeu de Souza, seu tio paterno.

- José filho de Manoel da Costa Farrapo e de Ana de Souza, nasceu a 08.05.1747, e foi batizado a 14 do dito mês e ano, na Pia Batismal da Igreja de São Roque, pelo Padre Antônio Gomes Tavares. Padrinho, Bartolomeu de Souza, casado, morador no lugar Rosto do Cão. Testemunhas, o Padre João da Costa Furtado, Tesoureiro da Igreja de São Roque, e Manoel de Souza Cordeiro, morador no mesmo lugar do Rosto do Cão.

- Casamento de Domingos da Costa Farrapo, f. de Manoel da Costa Farrapo e de Ana de Souza, com Ana de Souza, f. de Tomé Jorge e de Isabel de Souza. 

   Manoel da Costa Farrapo (Tetraneto), faleceu vítima de picada de cobra venenosa, a 20 de abril de 1802, de idade 55 anos e cinco meses, na Freguesia de Sobral.

 Manoel com a idade 27 anos, casou-se a 04 de novembro de 1773, de tarde, no lugar da Tucunduba, Santana do Acaraú, em casa de Manoel Ferreira Fonteles, com Antônia Maria de Jesus, Antônia Ferreira dos Anjos, n. na Freguesia de Sobral, filha de Luís Inácio do Nascimento, natural da Freguesia da Sé, Funchal, Ilha da Madeira, e de Maria Simplícia de Jesus, natural da Freguesia do Forte, Fortaleza. Neta paterna de Manoel Gonçalves do Nascimento e de Maria Gomes de Oliveira. Neta materna de Ângelo Dias Leitão e de Rosa Maria Ferreira. Presentes, o Padre Religioso da Reforma do Carmo, José de Santa Eufrazina, as testemunhas, o Capitão Manoel Ferreira Torres, José de Souza, o Capitão Manoel Ferreira Fonteles, e mais pessoas. Pais de dez filhos, estudados pelo Monsenhor Francisco Sadoc de Araújo, Cronologia Sobralense.

   Filhos: 1.-10.

  1. Prudência, párvula, faleceu a 07 de maio de 1777, e foi sepultada na Igreja Matriz da Vila de Sobral.
  2. Manoel da Costa Farrapo Júnior casou-se a 29 de abril de 1808, na Igreja Matriz de N. Senhora da Conceição da Vila de Sobral, com Maria Francisca de São Pedro, viúva de Antônio Mendes Machado, sepultado na Igreja Matriz de Sobral. Presentes, o Padre José Gonçalves de Medeiros, as testemunhas, Antônio Furtado de Mendonça, Francisco Herculano de Medeiros, e outras pessoas.

Antônio Pereira de Queiroz Lima, a 20 de maio de 1806, na Capela do Quixadá é testemunha com José de Queiroz Lima, no casamento de Joana Lopes Barbosa, filha de Manoel Ferreira da Rocha e de Joana Lopes Barbosa, com Onofre Dias Correia, filho de Floriano Correia e de Ana Maria de Jesus.

Manoel Ferreira da Rocha e Joana Lopes Barbosa, pais ainda de Inácio Ferreira da Rocha, que se casou a 18.11.1778. na Ig. M. de Quixeramobim, com Maria Manoela de Nazaré, filha natural de Francisca Xavier Borges, ambas naturais da Freguesia de Quixeramobim. Cf. Livro de Matrimônios, Ceará. 

Francisca de São Pedro, n. Campo Grande, Guaraciaba do Norte, filha de Inácio Ferreira da Rocha e de Maria Manoela de Nazaré c.1° a 07.02.1798, na Ig. Matriz de Sobral, com Antônio Mendes Machado, n. Ipojuca, Pernambuco, f. de Manoel Mendes Machado e de Francisca das Chagas. Cf. Livro de Matrimônios, Ceará. familysearch.org. 

  1. Isabel da Costa n. 15.09.1778, e foi batizada a 28 seguinte, na Igreja Matriz de Sobral, pelo Padre João Ribeiro Pessoa. Padrinho, José de Souza Pereira, solteiro, e morador no Recife. Tantun.

Isabel da Costa, Isabel Maria Camelo, Isabel Muniz casou-se a 06.02.1794, na Igreja Matriz de Sobral com João Rodrigues de Medeiros, natural da Ilha de São Miguel, Bispado de Angra. filho de Joaquim de Medeiros e de Antônia de Medeiros. Cf. Livro de Batismo, Ceará. familysearch.org. Cf. Livro de Matrimônios, Ceará. familysearch.org.

3.1. Ana Maria casou-se a 09.05.1821, na Igreja Matriz de Sobral, com Francisco Álvares de Souza, f. de Vicente Ferreira da Ponte e de Luzia Vidal de Souza. Cf. Livro de Matrimônio, Ceará. 1841. familysearch.org.     

3.2. Antônia Ferreira dos Anjos casou-se a 18.11.1814, na Ig. M. Sobral, com Bonifácio Gonçalves Coutinho, f. do Tenente Francisco de Paula Cortes e de Ana Francisca do Bonfim. Cf. Livro de Matrimônios, Ceará. familysearch.org.

  1. Quitéria Muniz n. 11.01.1781, e foi batizada a 22 do mesmo mês e ano, na Igreja Matriz de Sobral, pelo Padre Cura João Ribeiro Pessoa. Padrinhos, Domingos Moraes Pereira, casado, e Quitéria Correia, viúva. Cf. Livro de Batismo, Ceará. familysearch.org.

Casou-se a 10 de maio de 1804, na Igreja Matriz de N. Senhora da Conceição da Vila de Sobral, com Inácio Fernandes de Azevedo, viúvo de Ana Maria. Folha danificada.

Pais de 4.1.

4.1. Manoel da Costa Farrapo casou-se a 31 de outubro de 1827, com Paula Ribeiro Carneiro, filha de João Ribeiro Carneiro e de Ana Joaquina Craveiro. Pais de 4.1.1.

4.1.1. Onofre Muniz Ribeiro casou-se a 04 de maio de 1851, com Tarcilia Flora Ferreira, filha de João José Ferreira Júnior e de Sofia Leocádia Feliciana da Silva. Neta paterna do Capitão João José Ferreira e de Rita Teresa de Jesus. Neta materna de Francisco José da Silva e de Silvana Maria do Nascimento.

  1. Maria Muniz da Paixão casou-se a 18 de abril de 1803, com Manoel Mendes de Mesquita, filho de Antônio Mendes de Mesquita e de Ana Maria. Antônio Mendes de Mesquita, viúvo ordenou-se Sacerdote.
  2. Teresa Maria Farrapo casou-se a 16.04.1815, na Ig. M. Sobral, com Francisco Manoel Romano (?), f. de Manoel Soares Coutinho e de Maria José de Verçosa. Cf. Livro de Matrimônios, Ceará.  familysearch.org.
  1. Jacinta Muniz casou-se a 16 de novembro de 1807, (?) com João Pedro Nolasco, filho de José da Páscoa Loreto, João da Páscoa Loreto e de Maria Madeira de Matos. João Pedro Nolasco era viúvo de Clara Maria de Jesus.
  2. Bartolomeu de Souza Farrapo casou-se a 30 de abril de 1814, na Igreja matriz de Sobral,

com Maria Teresa do Espírito Santo, Maria Teresa de Jesus, filha de Francisco Manoel de Araújo e de Teresa Maria de Jesus. Cf. Livro de Matrimônios, Ceará.  familysearch.org.

  1. Rosa Muniz do Espírito Santo casou-se a 26 de fevereiro de 1808, na na Igreja Matriz de N. Senhora da Conceição da Vila de Sobral, com José Madeira de Matos, filho de José Madeira de Matos e de Ana Caetana de Albuquerque. Presentes, o Padre José Gonçalves de Medeiros, as testemunhas, Manoel Ferreira da Costa, Jerônimo José Figueira de Melo.
  2. João Muniz Farrapo casou-se a 13 de abril de 1812, na Igreja Matriz de Sobral, com Inácia Maria de Jesus, filha de Francisco Manoel de Araújo e de Teresa Maria de Jesus.

Cf. Livro de Matrimônios, familysearch.org. Cf. Livro de Óbitos, Ceará. familysearch.org. 

Cf. Livro de Casamentos, Ponta Delgada, Ilha de São Miguel, Açores. Etombo.

 Cf. Livro de Batismos, Ponta Delgada, Ilha de São Miguel, Açores. Etombo. 

Cf. Rodrigo Rodrigues. Genealogias de São Miguel e Santa Maria. Ed. Dislivro Histórica. Lisboa. Cap. 315.

Cf. Monsenhor Francisco Sadoc de Araújo, Cronologia Sobralense, IU. UVA. Sobral, 1979. Vol. II. p. 17. Cf. Siara Grande - Uma Província Portuguesa no Nordeste Oriental do Brasil. Editora Expressão Gráfica. Fortaleza, 2016. Quatro Vol. 2300 p.  

Editado por Francisco Augusto, Fortaleza, 08.07.2019.