Blue Flower

Seja benvindo(a)!

Digite o termo na pesquisa conforme o Sumário atual da terceira etapa. Aperte o enter e aguarde o melhor resultado. Após entrar no tema da publicação, busque a palavra do seu interesse usando as teclas Ctrl + f. surgirá uma barra superior onde se deve digitar a palavra chave, p. ex. "Dummar", logo aparecerá ressaltada, com o número de vezes que se acha no texto. 

 

                                

   João Coelho Basto nasceu no dia vinte e seis do mês de agosto de 1737, no lugar Certtada, Freguesia de São Pedro de Britelo, Celorico de Basto, Braga, filho de João Coelho e de Mariana Francisca. Familiar do Santo Ofício, comerciante com negócios em Aracati. Concunhado dos irmãos Bernardo Pinto Martins e João Pinto Martins.                      

Termo de batismo de João Coelho Basto.      

João, filho legítimo de João Coelho e de sua mulher Mariana Francisca, do lugar da Certtada, desta Freguesia de Britelo, nasceu em os vinte e seis do mês de agosto de 1737, e foi batizado por mim Padre Manoel da Costa, Cura desta dita Freguesia, em os vinte e oito dias do dito mês e era foram padrinhos Manoel da Mota, solteiro, filho de João da Mota, do lugar de Mosqueiros, e Maria, filha de Gabriel Teixeira .?. todos desta Freguesia e por verdade fiz este assento que assinei com o padrinho ... Manoel da Costa”.     

Irmãos anotados de João Coelho Basto:   

1. Manoel n. mês de junho de 1731.

2. Antônio José n. 04.11.1734.     

   João Coelho Basto casou-se a 20 de abril de 1761, na Igreja Matriz do Corpo Santo, Recife Pernambuco, com Inácia Maria da Conceição, filha de Antônio Pereira do Rego n. na Freguesia de São Julião, Lisboa e de Laura de Figueiredo, natural de Santo Antão da Mata, Pernambuco. Cf. Habilitação do Santo Ofício.

Fonte: Francisco Augusto de Araújo Lima. Siará Grande - Uma Província Portuguesa no Nordeste Oriental do Brasil. Ed Expressão Gráfica. Fortaleza, 2016. p. 1056. Fortaleza, 04 de maio de 2017. Faal. genealogia@familiascearenses.com.br