Blue Flower

Seja benvindo(a)!

DIGITE O TERMO NA PESQUISA, APERTE O ENTER E AGUARDE O MELHOR RESULTADO!

   

 

                                                                                      基沙达  

                                                  

   Por Francisco Augusto de Araújo Lima. Tupancy, Eusébio, Ceará, 17 de junho de 2006. Re - editado a 10 de fevereiro de 2019, 30º ano do lançamento do Famílias Cearenses Zero – Soares e Araújos no Vale do Acaraú, 1989.  genealogia@familiascearenses.com.br  faEste endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 

 

José de Barros Ferreira, i nasceu na Freguesia do Cabo, Pernambuco. Casou-se com Maria Ferreira Bezerra, n. Pernambuco, filha de Luís de Oliveira Camacho e de Maria Ferreira Bezerra. Neta materna de Francisco de Brito Pereira e de Joana da Costa Leitão. Morou no Aracati.

Filhos:   1.-6.

  1. José de Barros Ferreira Júnior
  2. Floriana de Barros Ferreira
  3. Leonor de Barros Ferreira
  4. Manoel Ferreira da Silva
  5. Antônio de Barros Rumeiro
  6. Leonarda de Barros

                                                                                

  1. José de Barros Ferreira Júnior, Capitão, ii nasceu no ano de 1715, em Aracati, Ceará, batizado no ano de 1715, na Igreja de São José do Aracati, Justificação de 08 de janeiro de 1762. Considerado o fundador de Quixadá. Foram padrinhos de José de Barros Ferreira Júnior, o Tenente Coronel Félix Cardoso da Mota e sua mulher Teresa Maria de Jesus, ela filha de Francisco de Freitas Tinoco de quem herdou a Fazenda QUIXEDÁ, e a 18 de dezembro de 1728, vendeu para o seu parente Carlos de Azevedo do Vale, casado com Leandra Martins Macedo que através do seu filho e herdeiro Manoel da Costa Travassos, vendeu no ano de 1747 o Quixedá - Quixadá, ao José de Barros Ferreira Júnior, afilhado do primitivo dono. Padrinho e afilhado, com certeza eram parentes. José Jr. casou-se com Caetana Francisca Ferreira e faleceu em 03 de junho de 1795, em Quixadá, morador nas Porteiras, Freguesia de Aracati.

   Alem do Tenente Coronel Félix Cardoso da Mota, Carlos de Azevedo do Vale e Manoel da Costa Travassos, antecederam a José de Barros Ferreira Júnior em Quixadá:

  • Manoel Gomes de Oliveira, da Paraíba, casado com Eugênia Dias da Conceição (irmã de Francisco Lopes Brindeiro) pais de seis filhos anotados.
  • Agostinho Moreira de Barros, da Paraíba, filho de Sebastião da Cunha Moreira e de Isabel da Costa casado com Maria Teixeira de Lemos, filho de Julião de Abreu Lima e de Clemência Barbosa das Neves.
  • André Moreira Barros n. na Paraíba, casado com a paraibana Vitoriana da Costa, com filhos que se fixaram na Freguesia de Russas.
  • Manoel de Oliveira Teves, que a 06 de maio de 1750, no Sítio dos Macacos, Freguesia das Russas, era padrinho de sua escrava Maria, filha de Prudenciana. 
  • Domingos de Souza Manaya.
  • Francisco Lopes Bryndeiros, açoriano, casado a 08 de janeiro de 1728, na Capela dos Achirás, Aquiraz, Ceará, com Joana Gomes de Oliveira, n. na Freguesia de São José do Ribamar do Ceará Grande pais de vários filhos, dentre eles:
  • A. Teodósia Lopes de Oliveira, casada com João da Silva Costa, com numerosa descendência batizada na Freguesia das Russas.
  • B. Maria Lopes de Oliveira, batizada a 13 de fevereiro de 1731, na Igreja Matriz de N. Senhora do Rosário das Russas do Jaguaribe, pelo Padre Gonçalo Ferreira de Melo. Padrinhos, Antônio Gomes e Joana Teresa. Casou-se com Antônio da Silva Francês, natural da Freguesia de São João Batista, Vila do Conde, Porto.  Ver LR1-02v,06v,25,55v, 59v,61,67,70v,79v,86,84v,106, 112v,124,136,139 – LR3-84,132, 135,117v,140  – LR4-08v,69v,98v.

     José de Barros Ferreira Júnior tinha um irmão muito citado na crônica: Manoel Ferreira da Silva, que se verá  no item 4.  A sua irmã Leonor de Barros Ferreira item 3. ao se casar com Luís de Lemos Almeida fez a ligação entre as duas famílias, confirmando a ‘suspeita de parentesco’ que a tradição oral conservou.

   Filha:

1.1.Caetana.

  1. Floriana de Barros Ferreira também conhecida como Maria Floriana de Barros Ferreira n. Russas, Ceará ou São Luís, Maranhão. Casou-se (1) com João Pereira Sarmento. iii Casou-se (2) com Feliciano Gomes da Silva, Capitão iv n. 1732, na Freguesia de N. Senhora da Luz, Pernambuco, filho de José Pereira de Carvalho e de Maria Quaresma. Feliciano faleceu a 08 de agosto de 1762, em Aracati, sepultado na Capela do Rosário, Aracati. Cf. LA2-99v. O casal erigiu a Capela de Nossa Senhora do Rosário, conforme a provisão de 07 de março de 1767, expedida pelo Visitador - Padre José Teixeira de Azevedo. Na fonte citada o nome da mulher é grafado como Flaviana ao invés de Floriana. Memórias da Matriz de Aracati, Benedicto Santos, RIC, Typ. Minerva, 1918, p. 310.

Filhos: por Feliciano Gomes da Silva e Floriana de Barros Ferreira  2.1.- 2.7.

2.1. José de Barros Pereira

2.2. Francisca Nunes Ferreira

2.3. João da Silva Gomes Ferreira

2.4. Antônio Gomes da Silva Ferreira

2.5. Feliciano Gomes da Silva Júnior

2.6. José de Barros Ferreira Neto

2.7. Ana Ferreira da Silva

2.1. José de Barros Pereira, Capitão, v também conhecido como: José de Barros Ferreira n. na Freguesia de Russas, Ceará. Casou-se (1) a 08 de novembro de 1767, na Igreja do Rosário, Aracati, com Ana Maria Leitão, n. Pernambuco, filha de Luís de Oliveira Camacho e de Maria de Abreu Bezerra. Ana Maria Leitão era viúva de Luís de Brito Lira, filho de Francisco de Brito Lira e de Juliana de Dormond, Drumond. Termo de casamento.“Aos oito dias de novembro de 1767 anos, feitas as denunciações nesta Igreja de Nossa Senhora do Rosário da Vila do Aracati, em três dias festivos sem descobrir impedimento, de licença do muito Reverendíssimo Cura o Vigário da Vara Doutor Manoel da Fonseca Jaime, em presença minha Padre Gonçalo Ferreira de Melo e presentes por testemunhas o Capitão Feliciano Gomes da Silva, o Capitão Pedro Tenreiro de Almeida, com outros muitos se receberam com palavras de presente o Capitão José de Barros, natural das Russas, filho legítimo do Capitão Feliciano Gomes da Silva, natural da Freguesia de N. Senhora da Luz, e de sua mulher Floriana de Barros Ferreira, natural da Freguesia das Russas; ignora os avós paternos e neto materno de José de Barros Ferreira, natural da Freguesia do Cabo, e de sua mulher Maria Ferreira; e Dona Ana Maria Leitão, filha legítima de Luís de Oliveira Camacho, natural da Vila de Goiana e de sua mulher Maria de Abreu Bezerra, natural da mesma Vila (Goiana); ignoram os avós; e logo o Reverendo Padre Antônio Ferreira de Souza fez este termo para constar e o assino. Antônio Ferreira de Souza, Pároco.” Cf. LA2-148. Obs.: Os avós paternos são José Pereira de Carvalho e Maria Quaresma,

   José de Barros Pereira casou-se (2) a 05 de maio de 1783, na Fazenda dos Paus Brancos, Freguesia de Russas, com Maria Micaela de Jesus vi n. na Freguesia de Russas, filha de Antônio Álvares Maciel e de Quitéria Correia Lima. Pioneiro na Passagem das Pedras, Itaiçaba, Ceará. Na cerimônia religiosa do segundo casamento, presentes o Padre Manoel da Fonseca Jaime, as testemunhas, Antônio Álvares Maciel e Teodósio da Costa Nogueira. Cf. LR4-63.

2.2. Francisca Nunes Ferreira, vii também conhecida como Maria Francisca Ferreira n. 1750, na Freguesia de Russas, batizada a 25 de janeiro de 1750, na Capela de São José, Aracati, pelo Padre João Pereira de Lima.  Padrinhos, Francisco Barbosa Bezerra de Menezes, seu futuro sogro e a viúva Maria Nunes, todos moradores no Aracati. Cf. LR3-112. Francisca casou-se a 23 de abril de 1770, na Capela do Rosário, Aracati, com Antônio Bezerra de Menezes, Alferes viii n. 1746, batizado a 23 de agostos 1746, na Capela de N. Senhora do Rosário, Aracati, filho de Francisco Barbosa Bezerra de Menezes e de Helena Nunes Barbosa. Antônio faleceu a 12 de junho de 1793, na Fazenda da Cruz, onde residia. Francisca faleceu em 20 de junho de 1793, na citada Fazenda da Cruz.

Filhos: 2.2.1.- 2.2.11.

2.2.1. Maria Bezerra de Menezes

2.2.2. Antônio Bezerra de Menezes Filho

2.2.3. José

2.2.4. André Bezerra de Menezes

2.2.5. Rita Bezerra de Menezes

2.2.6. Caetana

2.2.7. Joana Maria do Sacramento

2.2.8. Francisco Barbosa Bezerra de Menezes Neto

2.2.9. Francisca Teresa de Jesus

2.2.10. Ana

2.2.11. Helena Maria Bezerra de Menezes

2.2.1. Maria Bezerra de Menezes, ix n. 1770, Aracati, batizada a 15 de março de 1770, na Capela do Rosário, Aracati. Casou-se com José Pereira de Sá. Maria Bezerra: seus pais casaram: 23 de abril de 1770, haverá erro ou sua mãe casou após o seu batizado? Termo de batismo.“Aos quinze dias do mês de março de 1770 anos, de licença do muito Reverendo Cura o Doutor José Carlos da Silva Carneiro, na Igreja do Rosário da Vila do Aracati, batizou e pós os Santos Óleos o Reverendo Padre Frei Francisco de Santa Maria, Religioso do Carmo, a Maria, filha legítima do Alferes Antônio Bezerra de Menezes e Francisca Nunes Ferreira, naturais das Russas, neta paterna do Alferes Francisco Barbosa Bezerra de Menezes, natural de Pernambuco, e de Helena Nunes Barbosa. Natural das Russas, e pela materna neta do Capitão Feliciano Gomes da Silva, da Freguesia de N. Senhora da Luz, e de sua mulher Floriana de Barros Ferreira, natural do Cabo; foram padrinhos, o Coronel Cláudio de Souza Brito e Maria Francisca da Silva, do que para constar fiz este termo que assino. Padre Gonçalo Ferreira de Melo.” Ver CD5 L1 84 Aracati. Termo de casamento. José Pereira de Sá, filho legítimo de Raimundo Lins de Vasconcelos e de sua mulher, Antônia Maria de Castro, já defunta, e Maria Bezerra de Menezes, filha legítima de Antônio Bezerra de Menezes e Francisca Nunes Ferreira, denunciados, sem impedimento algum depois de feitas as diligências necessárias, se receberam por palavras de presente perante o Padre Coadjutor, Antônio José de Souza Magalhães, de licença minha o Cura abaixo assinado, nesta Matriz de Nossa Senhora do Rosário da Vila do Aracati, pelas três horas da tarde e no dia dezesseis de outubro de 1785, e logo receberam as bênçãos nupciais, conforme o Rito Romano, sendo presentes por testemunhas o Capitão José Rodrigues, casado, e o Alferes Venâncio José Ferreira, casado, do que para constar fiz este que assino dia e era supra. João de Souza Magalhães, Cura. CD2 Aracati 482

Filha:

2.2.1.1. Ana nasceu a 25 de dezembro de 1786, batizada a 14 de janeiro de 1787, na Igreja Matriz do Aracati, pelo Padre José Joaquim Nunes da Costa. Padrinhos, Antônio Bezerra de Menezes e Maria Francisca Ferreira.

2.2.2. Antônio Bezerra de Menezes Filho x nasceu a 26 de dezembro de 1774, Aracati. Termo de Batismo.Antônio, filho legítimo de Antônio Bezerra de Menezes e de Francisca Nunes, naturais desta Freguesia nasceu aos vinte e seis do mês de dezembro de 1774, e foi batizado por mim com os Santos Óleos, digo pelo Reverendo Padre Antônio Ferreira de Souza, aos seis de janeiro de 1775, nesta Igreja do Rosário do Aracati, filial da Matriz das Russas, com licença do Reverendo Padre Cura Manoel da Fonseca Jaime; foram padrinhos o Capitão Antônio Pereira de Carvalho e sua filha Francisca Teresa de Jesus, que para constar mandeia fazer este assento que assinei. José Carlos da Silva Carneiro, Administrador.”  CD5 Aracati L1 150.

   Antônio Filho casou-se a 20 de janeiro de 1800, em Aracati, com Vicência Caetana de São José, n. 1784, em Aracati, filha de José de Barros Ferreira Neto e de Caetana Maria Micaela. Vicência faleceu a 16 de junho de 1843 e Antônio faleceu em 16 de junho de 1846, ambos em Aracati. O casal teve sete filhos. Ver Eduardo de Castro Bezerra Neto et al Os Bezerras de Menezes, p.36. Termo de casamento. "Aos vinte e oito de janeiro de 1800, nesta Matriz (do Aracati) pelas cinco horas da tarde, depois de feitas as denunciações que dispõem o Sagrado Concílio Tridentino, sem resultar impedimento algum, como consta dos banhos que em meu poder ficam; em minha presença se casaram de mútuo consentimento Antônio Bezerra de Menezes, de idade vinte e um anos, pouco mais ou menos, e Vicência Caetana de São José, de idade de dezesseis anos, pouco mais ou menos, dispensados no parentesco de sanguinidade, ele filho legítimo de Antônio Bezerra de Menezes e de Francisca Nunes Ferreira, já defunta, e ela filha legítima de José de Barros Ferreira, já defunto, e de Caetana Maria Micaela, os nubentes naturais e moradores nesta Freguesia; e lhes conferia as bênçãos nupciais, presentes por testemunhas, José Pereira de Sá e Inácio Pereira Souza, casado, moradores nesta Freguesa, do que tudo fiz este assento que assinei com as mesmas testemunhas. O Padre Manoel Lourenço Souto, Cura.” CD2 Aracati 758

2.2.3. José nasceu a 19 de maio de 1783, Aracati, e foi batizado a 05 de junho seguinte, na Igreja Matriz do Aracati, pelo Padre José Carlos da Silva Carneiro. Padrinhos, Jacinto José da Costa Barros, solteiro e Inês Maria, casada. Cf. LA3-44.

2.2.4. André Bezerra de Menezes nasceu a 30 de novembro de 1784, Aracati, e batizado a 02 de janeiro de 1785, na Igreja Matriz do Aracati, pelo Padre José Carlos da Silva Carneiro e sendo seus padrinhos, o Alferes Antônio Gomes da Silva e Isabel Francisca, PP que apresentou Ana Ferreira da Silva, mulher do Alferes Pedro da Costa Moreira, moradores nesta Vila.  Cf. LA3-78. André casou-se a 09 de setembro de 1805, na Igreja  Matriz de Quixeramobim, com Joana Joaquina, filha de João Manoel do Ó e de Isabel Ferreira da Costa. Termo de casamento.Aos nove de setembro de 1805 de noite, nesta Igreja Matriz de Santo Antônio de Quixeramobim feitas todas as denunciações na forma do Sagrado Concílio Tridentino, sem impedimento algum, em minha presença, e das testemunhas o Capitão Mor ,?. Pereira de Oliveira e o Sargento Mor José Francisco Pimentel, pessoas conhecidas se casaram em face da Igreja solenemente por palavras André Bezerra de Menezes natural da Freguesia do Aracati, e morador nesta, filho legítimo de Antônio Bezerra de Menezes e de Francisca Nunes Ferreira, ambos falecidos, com Joana Joaquina, filha legítima de João Manoel de Azevedo do Ó, já defunto, e de Isabel Ferreira da Costa, natural e moradora nesta Freguesia, todos brancos, ele de vinte anos de idade, e ela dezessete, e logo lhes dei as bênçãos na forma dos Ritos e Cerimônias da Santa Madre Igreja, e foram dispensados no impedimento de parentesco; e para constar mandei fazer este assento que por ser verdade assino. O Cura José Basílio Moreira.” Cf. Livro de Matrimônios, Quixeramobim. 

2.2.5. Rita Bezerra de Menezes nasceu a 12 de junho de 1786, e foi batizada a 25 de mesmo mês e ano, na Freguesia do Aracati, pelo Padre José Joaquim Nunes da Costa. Padrinhos, o Tenente Feliciano Gomes da Silva Jr. e Teresa de Jesus.

2.2.6. Caetana nasceu a 09 de julho de 1787, e foi batizada a 31 do mesmo mês e ano, na Igreja Matriz do Aracati, pelo Padre Francisco Xavier dos Santos. Padrinhos, o Capitão Antônio Bezerra de Souza e Manoel Inácio Bezerra dois padrinhos e não houve de madrinha é como consta no termo. Raro mas acontecia: dois padrinhos.

2.2.7. Joana Maria do Sacramento n. 1788, batizada a 26 de novembro de 1788, na Capela de N. Senhora do Rosário, Aracati. Casou-se a 25 de junho de 1810, em Quixeramobim, com Luís de Souza Pereira, filho de Antônio de Lemos de Almeida e de Eugênia Maria. Termo de casamento.“Aos vinte e cinco de junho de 1810, nesta Matriz de Quixeramobim, feitas as denunciações na forma do Sagrado Concílio Tridentino, dispensados no terceiro grau de sanguinidade lateral e sendo confessados e comungados, de licença minha as nove horas da manhã, o Reverendo Manoel Ribeiro Bessa de Holanda Cavalcante casou solenemente em face da Igreja a Luís de Souza Pereira, natural desta Freguesia, filho legítimo de Antônio de Lemos de Almeida e  Eugênia Maria, com Joana Maria do Sacramento natural do Aracati, filha legítima de Antônio Bezerra de Menezes e de Francisca Nunes Ferreira, ambos falecidos, moradores nesta Freguesia; sendo presentes as testemunhas o Capitão Manoel Alexandre de Lima e André Bezerra de Menezes, casados; e logo lhes dei as Bençãos Nupciais na forma dos Ritos e Cerimônias da Santa Madre Igreja: do que fiz este termo para constar em que assinei. O Vigário João Rodrigues Leite.” Cf. Livro de Matrimônios, Quixeramobim. 

2.2.8. Francisco Barbosa Bezerra de Menezes Neto n. 1790, batizado a 06 de abril de 1790, na Igreja Matriz, Aracati.

2.2.9. Francisca Teresa de Jesus nasceu a 29 de setembro de 1774, e foi batizada a 13 de outubro do mesmo ano, na Igreja do Rosário do Aracati, pelo Padre José Carlos da Silva Carneiro. Padrinhos, José de Barros Ferreira, casado, e Francisca Maria de Jesus, solteira. Francisca Teresa de Jesus casou-se a 08 de janeiro de 1793, em Aracati, com o viúvo Inácio de Souza Pereira. O Tenente Inácio casou-se (1) com Isabel Francisca Xavier Correia. Termo de casamento.“Aos oito de janeiro de 1793, pelas nove horas da manhã. feitas as diligências de estilo e corridos os banhos nesta Freguesia e dispensados no segundo grau de afinidade pelo Muito Reverendo Juiz das Dispensas o Cônego Doutor Inácio Fernandes de Castro, nesta Matriz (do Aracati) em presença do Reverendo Coadjutor João Batista Ferreira Rabelo se casaram solenemente por palavras de presente Inácio de Souza Pereira viúvo que ficou por falecimento de Isabel Francisca Xavier, e Francisca Teresa de Jesus, filha legítima dos defuntos Antônio Bezerra de Menezes e Francisca Nunes Ferreira, e lhes dei as bênçãos nupciais; presentes as testemunhas abaixo assinadas. Não houve impedimento algum do que para constar fiz este assento. Vitorino Gomes de Oliveira, Bento Salomé Teixeira e o Cura Padre João Batista Rabelo.”   Cf. CD2 Aracati 604. CD5 L1 149.

   Filha por Isabel Francisca Xavier Correia e o Tenente Inácio de Souza Pereira.

2.2.9.1. Maria Isabel do Espírito Santo nasceu na Freguesia do Aracati. Casou-se a 18 de outubro de 1816, “pelas sete horas da noite,” na Igreja Matriz de N. Senhora do Rosário do Aracati, com Antônio dos Santos da Silva nasceu na cidade do Porto, filho de João dos Santos da Silva e de Maria de Jesus, naturais da citada cidade do Porto. Presentes, o Padre Félix Antônio de Gusmão e Melo, as testemunhas, João Mendes Viana, Francisco Manoel Galvão, casados, e outros. Cf. Aracati CD1 L4-133.134.

2.2.10. Ana n. 1771, e foi batizada a 06 de julho de 1771.

2.2.11. Helena Maria Bezerra de Menezes nasceu no ano de 1782, na Freguesia de Aracati. Casou-se a 1º de dezembro de 1804, na Igreja Matriz do Aracati, com Francisco Antônio Leal, filho de Miguel de Jesus Andrade e de Inês Maria da Assunção. Termo de casamento.“No primeiro de dezembro de 1804, nesta (Igreja) Matriz (de Aracati) pelas sete horas da noite em minha presença e das testemunhas, o Capitão Mor José de Castro e Silva e o Tenente Manoel Monteiro de Sá, moradores nesta Freguesia. Corridos os banhos de suas naturalidades e domicílios, sem impedimento Civil ou Canônico, sendo confessados e examinados de Doutrina Cristã, contraiu matrimônio por palavras de presente Francisco Antônio Leal, branco, de idade vinte e um anos, filho legítimo de Miguel de Jesus Andrade e de sua mulher Inês Maria da Assunção, com Elena Maria Bezerra de Menezes, branca de idade vinte e dois anos, filha legítima de Antônio Bezerra de Menezes e de sua mulher Francisca Teresa de Jesus, (sic) ambos os nubentes moradores nesta mesma Freguesia; receberam as bênçãos nupciais na forma do Ritual Romano, do que mandei fazer este assento que assino. O Pároco João Cavalcante de Albuquerque.”  Aracati CD1 L3Cas. 154.

2.2.11.1. Francisco Antônio Leal Filho casou-se a 24 de agosto de 1838, na Igreja Matriz de Sobral, com D. Isabel Maria dos Santos, Isabel Leal dos Santos, Isabel Maria da Conceição, viúva de João Rodrigues Pimentel e filha de João José Ferreira, n. Taipu, Rio Grande do Norte, e de Rita Teresa de Jesus. Neta paterna de Manoel José Ferreira, n. Lamego, Viseu, e de Isabel Maria de Jesus, solteira. Neta materna do Capitão Antônio Gomes de Albuquerque e de Maria Teresa de Jesus. Cf. Monsenhor Francisco Sadoc de Araújo, Cronologia Sobralense, IU. UVA. Sobral, 1979. Vol. II. p. 23.

   3° filho por Feliciano Gomes da Silva e Floriana de Barros Ferreira.

2.3. João da Silva Gomes Ferreira xi nasceu em Quixeramobim. Casou-se a 25 de junho de 1782, dispensado no 4° grau de consanguinidade, atingente ao 3º grau, pelo Muito Reverendo Doutor Visitador Manoel Antônio da Rocha, na Igreja Matriz de N. Senhora do Rosário de Russas, com Luzia Francisca do Sacramento nasceu na freguesia de Russas, filha de João da Cunha Pereira e de Teresa de Jesus Fragoso. Presentes, o Cura Padre Manoel da Fonseca Jaime, as testemunhas, o Tenente José Rodrigues Pereira Xavier e o Tenente Manoel Ferreira da Silva. Cf. LR4-52.

   4° filho por Feliciano Gomes da Silva e Floriana de Barros Ferreira.

2.4. Antônio Gomes da Silva Ferreira, Alferes, xii  n. Aracati. Casou-se a 06 de junho de 1784, na Freguesia de Russas, com Maria Fragosa de Santa Ana, n. Russas ora na Serra dos Martins, Freguesia de Pau dos Ferros, Rio Grande do Norte, filha de João da Cunha Pereira e de Teresa de Jesus Fragoso. Antônio, assistente no Jenipapeiro. Termo de casamento. Antônio Gomes da Silva Ferreira, natural e morador na Freguesia do Aracati, filho legítimo de Feliciano Gomes da Silva e de Floriana Maria de Barros, com Maria Fragosa de Santa Ana, nesta Freguesia das Russas, filha legítima de João da Cunha Pereira e de Teresa Fragoso, corridos os banhos e feitas as mais diligências necessárias tudo sem impedimento, na forma do Sagrado Concílio Tridentino, dispensados no 3º grau de sanguinidade por sua Excelência .?.ª se receberam por palavras de presente, no dia seis de junho de 1784. Pelas dez horas do dia, depois de confessados e satisfeitas as penitências em presença minha Cura abaixo Assinado, logo lhes dei as bênçãos nupciais, sendo presentes as testemunhas, José Antônio de Souza Galvão e Antônio Bezerra de Menezes, do que para constar mandei fazer este assento no qual me assinei. O Cura João Francisco Rodrigues da Costa.” Cf. LR4-70v.

Filhos: 2.4.1.- 2.4.3.

2.4.1. José nasceu a 19 de março de 1785, e foi batizado a 12 de abril do mesmo ano, na Igreja Matriz do Aracati. Padrinhos, o Capitão José de Barros Ferreira e Ana Ferreira, mulher de Pedro da Costa Moreira.

2.4.2. Francisco José de Santa Ana xiii nasceu na freguesia de Russas. Casou-se com Antônia da Cunha Pereira, n. na Freguesia de Russas, filha de Antônio da Cunha Pereira e de Inácia da Cunha Pereira.

Filhos: 2.4.2.1.- 2.4.2.2.

2.4.2.1. Henrique nasceu 1823, e batizado a 26 de setembro de 1823.

2.4.2.2. João n. 1824, e foi batizado a 05 de outubro de 1824, na Capela do Quixosó, Iracema. Topônimo original foi Fazenda do Quixó-açu, depois Quixoxó, Quixosó, Caixa-só, atual município de Iracema. Raimundo Girão, O Ceará, Ed. Inst. do Ceará, 3ª ed. Fortaleza, 1966, p. 307. Cf. Fco. Augusto de Araújo Lima. Famílias Cearenses 7 – IPUEIRAS dos TARGINOS. Ed. Artes Digitais. Fortaleza. 2006. P.325.

2.4.3. Maria de Santa Ana xiv casou-se com Manoel Monteiro de Oliveira Gondim nasceu na Freguesia de Russas, filho de Manoel Monteiro de Oliveira Gondim Sobrinho batizado a 17 de março de 1766, na Fazenda do Tuiuiú, Taboleiro do Norte, Ceará,  e de Joana Paes Maciel nasceu na na Freguesia de Russas. Pais de:

Filho:

2.4.3.1. Francisco n. 1825, batizado a 10 de agosto de 1825.

    5º filho por Feliciano Gomes da Silva e  Floriana de Barros Ferreira.

2.5. Feliciano Gomes da Silva Júnior xv nasceu em Aracati, e casou-se com Inês Maria da Conceição, n. Olinda, Pernambuco.

Filhos:  2.5.1.- 2.5.4.

2.5.1. Francisco, filho Exposto nasceu a 18 de janeiro de 1783, batizado a 26 do mesmo mês e ano, na Igreja Matriz do Aracati.                                                                                                    

2.5.2. Rita nasceu a 10 de setembro de 1783, e batizada a 26 do mesmo mês e ano, na Igreja Matriz do Aracati. Padrinhos, João Pinto Martins, PP e Ana Josefa, mulher de Bernardo Pinto Martins.

2.5.3. Patrício nasceu a 14 de fevereiro de 1785, e foi batizado a 13 de março de 1785, na Igreja Matriz do Aracati. Padrinhos, José Pereira do Rego, e Ana Josefa, mulher de Bernardo Pinto Martins.

2.5.4. Ezequiel nasceu a 06 de outubro de 1787, batizado a 28 de outubro do mesmo ano, na Igreja Matriz do Aracati. Padrinhos, Francisco Xavier Barbosa e Paula Francisca da Silva. Ezequiel faleceu a 27 de fevereiro de 1798, de idade de dez anos e meses, e foi sepultado das grades abaixo na Igreja Matriz do Aracati, sendo Feliciano Júnior já defunto. Aracati CD1 L3 Óbitos 127

    6º filho por Feliciano Gomes da Silva e Floriana de Barros Ferreira.

2.6. José de Barros Ferreira Neto xvi  nasceu na Freguesia de Russas. Casou-se com Caetana Maria Micaela xvii n. 1748, na Freguesia de Russas, batizada a 20 de junho de 1748, na Igreja Matriz de N. Senhora do Rosário de Russas, filha de Antônio Álvares Maciel e de Quitéria Correia Lima. Caetana foram seus padrinhos, Alexandre Ferreira Maciel e D. Ana de Oliveira Maciel, mulher do Capitão Semeão Correia Lima e n. no mesmo dia e mês da irmã Quitéria e faleceu no ano de 1828. Existem dúvidas entre o José de Barros Ferreira Neto e o José de Barros Pereira. Filhos 2.6.1.-2.6.5.

2.6.1. Albina Maria de Jesusxviii n. 1764, Aracati, casou-se com Ludovico Cândido Cardoso Pereira, ou Ludovico Câncio Pereira n. Igarassu, Pernambuco. Albina faleceu em 04.08.1783, Aracati, em consequência de complicações do parto da sua filha Rita.

Filhos: 2.6.1.1.-2.6.1.2.

2.6.1.1. José nasceu a 15 de dezembro de 1781, e foi batizado a 31 do mesmo mês e ano, na Igreja Matriz do Aracati. Padrinhos, o Capitão José Pereira Rego e Cláudia Brito.

2.6.1.2. Rita nasceu a 02 de agosto 1783, e batizada a 20 do dito mês e ano, na Igreja Matriz de Russas. Padrinhos, o Capitão José de Barros Ferreira e sua mulher Caetana Francisca. São dois termos para o mesmo batismo: com diferenças no dia do nascimento 02 e 05.08.1783 e no segundo termo consta "mãe já defunta". 

2.6.2. Vicência Caetana de São José xix n. 1784, em Aracati. Casou-se a 20 de janeiro de 1800, com 16 anos de idade, em Aracati, com Antônio Bezerra de Menezes Filho, n. 1780, Aracati, filho de Antônio Bezerra de Menezes e de Francisca Nunes Ferreira. Ver item 2.2.2. acima, e os sete filhos, em Eduardo de Castro Bezerra Neto, Os Bezerras de Menezes, p.54.

2.6.3. Luzia Francisca de Lima nasceu a 27 de dezembro de 1785, e foi batizada a 20 de fevereiro de 1786, na Capela de N. Senhora do Rosário, Aracati. Padrinhos, o Capitão Antônio Francisco Bastos e D. Luzia de Oliveira Lima. Luzia casou-se a 20 de agosto de 1806, pelas dez horas do dia, na Igreja Matriz do Aracati, com Antônio de Holanda Bezerra. Termo de casamento. “Aos vinte dias do mês de agosto de 1806 e nesta Matriz pelas dez horas do dia de minha licença na presença do Reverendo Carlos Manoel de Saboia e das testemunhas, o Alferes Matias Ferreira da Costa e Teobaldo da Costa Nogueira Júnior, corridos os banhos de suas naturalidades e domicílios na conformidade do Concílio Tridentino, sem impedimento Civil ou Canônico, confessados e examinados de Doutrina Cristã, contraíram Matrimônios por palavras de presente, Antônio de Olanda Bezerra (sic) filho legítimo de Teobaldo da Costa Nogueira e de Ana Teresa de Olanda, com Luzia Francisca de Lima filha legítima de José de Barros Ferreira, já defunto, e de Caetana Maria Micaela, ambos os nubentes naturais e moradores nesta Freguesia, dispensados no parentesco no terceiro e quarto grau de sanguinidade, e logo lhes dei as bênçãos nupciais juxt Ritual Romano, do que para constar mandei fazer este assento que assinei. O Vigário, Padre Félix Antônio de Gusmão e Melo.”r Aracati CD1L3 Cas. 196.

2.6.4.. Quitéria Ferreira de Barros xx nasceu a 14 de outubro de 1787, na Freguesia do Aracati, e batizada a 09 de dezembro do mesmo ano, na Capela do Giqui, por padrinhos, Antônio Álvares Maciel e Maria Ferreira, (o avô materno e a bisavó paterna da batizanda). Casou-se com José Gurgel do Amaral Filho nasceu a 28 de janeiro de 1774, na Fazenda das Porteiras, Aracati, filho de José Gurgel do Amaral e de Cosma Nunes Nogueira. Ver Família Gurgel do Amaral, disponível para leitura, nesta página: http://www.familiascearenses.com.br/.

2.6.5. José nasceu a 27 de outubro de 1789, e batizado a 15 de novembro seguinte na Freguesia do Aracati, pelo Padre José Tomás de Castro. Termo de batismo.“Aos quinze de novembro de 1789, batizei e pus os Santos Óleos a José nascido a vinte e sete de outubro do dito ano filho legítimo do Capitão José de Barros Ferreira e de Dona Caetana Maria Micaela, naturais desta Freguesia; neto paterno do Capitão Feliciano Gomes da Silva e de Floriana de Barros Ferreira e pela materna (neto) do Capitão Antônio Álvares Maciel e de Dona Quitéria Correia de Lima naturais da Freguesia das Russas: Padrinhos o Capitão José Gurgel do Amaral e Cosma Nunes Nogueira, casados. José Tomás de Castro, Cura.” Cf. CD2 Aracati 192.

    7º filho por Feliciano Gomes da Silva e Floriana de Barros Ferreira.

2.7. Ana Ferreira da Silva xxi  nasceu na freguesia de Russas. Casou-se a 26 de maio de 1773, na Igreja Matriz de N. Senhora do Rosário de Russas, com Pedro da Costa Moreira xxii nasceu em Piancó, Paraíba, filho de Plácido Pereira de Freitas e de Maria Manoela de Souza. LAR1-06v.

Filhos: 2.7.1.- 2.7.7.

2.7.1. José nasceu no ano de 1775, e batizado a 26 de julho de 1775, na Igreja Matriz do Aracati.

2.7.2. Manoel nasceu 1779, batizado a 10 de janeiro de 1779, na Igreja Matriz do Aracati.

2.7.3. Francisco nasceu a 30 de abril de 1782, e foi batizado a 14 de maio do mesmo ano, na Igreja Matriz do Aracati. Padrinhos, Bernardo Pinto Martins e sua mulher Ana Josefa.

2.7.4. Francisca nasceu a 13 de maio de 1783, na Freguesia do Aracati, e foi batizada a 06 de junho do dito ano,  sem informar o local. Padrinhos, José de Barros Ferreira e sua mulher Caetana Maria Micaela.

2.7.5. Antônio nasceu a  21 de junho 1784, e foi batizado a 22 de julho seguinte, na Igreja Matriz do Aracati. Padrinhos, Antônio Gomes da Silva e Inácia Maria.

2.7.6. Inácia nasceu no ano de 1786, batizada a 12 de abril de 1786, na Igreja Matriz do Aracati. Padrinhos, Antônio Gomes da Silva e Teresa Catarina de Jesus.

2.7.7. Joana n. 1787, batizada a 02 de junho de 1787, na Igreja Matriz do Aracati. Padrinhos, Pedro Ferreira de Almeida e Isabel Ferreira Bezerril.

                                                                       

    3º filho por José de Barros Ferreira e Maria Ferreira Bezerra.

  1. Leonor de Barros Ferreira, xxiii n. na Freguesia de Russas. Casou-se com Luís de Lemos Almeida, n. Goiana, Pernambuco, filho de Manoel de Lemos e de uma mulher ainda não conhecida. Moradores na Ribeira do Banabuiú. Luís de Lemos Almeida, provável parente do Manoel Simoens Homem, um filho de Luís casou-se com uma neta do Simoens; Luís Lemos de Almeida pai de Antônio de Lemos Almeida, morador em Mombaça, Ceará, diferente portanto da tradição oral, os Lemos do Quixadá não procedem da Mombaça, e sim de Pernambuco, juntamente com aqueles. Fazendas: Malacacheta, Boa - Água, e terras do alto Sitiá e Quininporó: Combate, Convento, Umarizeiras. Ver filhos na 2ª parte Co - Fundadores de Quixadá.

    4º filho por José de Barros Ferreira e Maria Ferreira Bezerra.

  1. Manoel Ferreira da Silva xxiv nasceu em Aracati. Casou-se com Ana de Mendonça Freire, irmã do Sargento Mor Francisco de Mendonça Freire. Manoel faleceu em 1819, em Quixadá, Administrador do Patrimônio da Capela de Jesus, Maria José, Quixadá, instituída pelo fundador José de Barros Ferreira Júnior.

Filhos: 4.1.-4.5.

4.1. Francisco n. 1743, na Freguesia de Russas, batizado a 29 de dezembro de 1743, no Sítio da Pasta. Padrinhos, Sargento Mor Francisco de Mendonça Freire e D. Ana de Oliveira.

4.2. Maria n. 1755, batizada a 15 de maio 1755, na Igreja Matriz de Russas. Padrinhos, Antônio Pires Cardoso e sua filha Isabel Ferreira de Barros.

4.3. Teresa n. 1756, batizada a 26 de setembro de 1756, na Igreja de Santa Ana, Caatinga do Góis. Padrinhos, José Freire de Mendonça, morador nesta Freguesia, tantum.

4.4. João Damasceno Ferreira da Silva. Observar o homônimo João Damasceno Ferreira, Doutor, (Advogado) n. Goiana, Pernambuco, c.c. Francisca Xavier da Assunção. D. Francisca Xavier da Assunção, n. na Freguesia do Aracati, branca, faleceu com 46 anos de idade, no dia 17 de junho de 1807, com todos os sacramentos, e foi sepultada na Igreja Matriz do Aracati, das grades acima. Aracati CD1 L3 Óbitos 270

 4.5. Manoel Ferreira Simões.

    5º filho por José de Barros Ferreira e Maria Ferreira Bezerra.

  1. Antônio de Barros Rumeiro, álibi Antônio de Barros Marinho xxv nasceu na Freguesia de Russas. Casou-se com Ana Maria Pinto, moradores na Ribeira do Banabuiú.

Filho:

5.1. Pedro Antônio do Nascimento xxvi nasceu em Quixeramobim, Ceará. Casou-se a 28 de outubro de 1783, na Capela do Glorioso São João Batista, com Úrsula Maria de Santa Ana, xxvii  n. 1758, na Freguesia de Russas, batizada   a 10 de outubro de 1758, na Capela do Glorioso São João Batista, São João do Jaguaribe, filha de Inácio Pereira de Azevedo e de Maria Úrsula de Oliveira. Testemunhas na cerimônia religiosa de casamento, o Tenente José Rodrigues Pereira Chaves e Inácio Mendes Guerreiro Júnior. Úrsula: foram seus padrinhos, o Reverendo Padre Joaquim Soares de Almeida e Angélica de Oliveira (avó materna da batizanda).

    6º filho por José de Barros Ferreira e Maria Ferreira Bezerra.

  1. Leonarda de Barros n. Paraíba, casou-se com Carlos da Cunha Pereira, n. 1682, em Recife, Pernambuco e faleceu ab intestato, por sua morte acontecer quase que subitamente, a 1º de maio de 1760, e foi sepultado na Capela de São João Batista. Carlos da Cunha Pereira, (1) viveu com Francisca dos Santos, índia.

Filhos por Leonarda de Barros e Carlos da Cunha Pereira. 6.1.- 6.2.

6.1. Isabel da Cunha Pereira n. freguesia de Russas, casou-se com Bento do Rego Bezerra xxviii nasceu na cidade da Paraíba, João Pessoa, PB, filho de Manoel Camelo Valcacer e de Catarina da Fonseca. Bento, termo de óbito.Bento do Rego Bezerra, casado no lugar do Xaré desta Freguesia (Russas) com Dona Isabel Pereira da Cunha, faleceu ab intestato da vida presente aos trinta de dezembro de 1770, com todos os Sacramentos da Igreja e foi enterrado na Capela de Santa Ana da Caatinga do Góis (Jaguaruana) filial desta Matriz (das Russas) das grades para baixo, envolto em hábito franciscano e foi encomendado pelo Reverendo Padre Frei Estandislau de Santa Teresa de licença minha Cura abaixo assinado do que para constar mandei fazer este assento em que me assino. Manoel da Fonseca Jaime, Cura das Russas.” Cf. Russas CD7 L3 35.

Filhos: 6.1.1.- 6.1.3.

6.1.1. Maria nasceu no na de 1761. Termo de batismo.Maria, filha legítima do Alferes Bento do Rego, natural da cidade da Paraíba (João Pessoa) e de sua mulher Isabel Pereira natural desta Freguesia das Russas, moradores no Sítio da Pasta, desta mesma Freguesia: Neta Paterna de Manoel Camelo e de sua mulher Catarina da Fonseca, naturais da Paraíba; e materna de Carlos da Cunha natural do Recife de Pernambuco e de sua mulher Leonarda de Barros, natural da cidade da Paraíba, foi batizada nesta Capela de Nossa Senhora do Rosário da Vila do Aracati, com os Santos Óleos aos vinte de sembro do ano de 1761, por mim Administrador dos Sacramentos abaixo assinado: foram padrinhos, o Alferes Antônio da Silva Cruz, homem casado, e Maria de Nazaré, viúva que ficou de João Francisco Tavares, todos desta Freguesia, do que para constar fiz este termo em que me assinei. O Administrador, Padre Teodósio de Araújo e Abreu.”  Cf. LA2-29v.

6.1.2. Ana Mendonça Ferreira n. na Freguesia de Russas, casou-se no ano de 1771, na Igreja Matriz de N.Senhora do Rosário de Russas, com Vicente Pereira de Oliveira, álibi Vicente Marques de Oliveira n. na Freguesia de Russas, filho de Manoel Marques de Oliveira e de Luzia Pereira da Cunha. Ana e Vicente pais de sete filhos anotados.

6.1.3. Bento do Rego Bezerra n. na Freguesia das Russas, casou-se com Teodora Guedes, n. na Freguesia das Russas.

Filha:

6.1.3.1. Joana Maria da Conceição n. Campina Grande, Paraíba. Casou-se a 11 de agosto de 1790, na Serra de São Domingos, Freguesia de Arneiroz, em desobriga, com José de Melo Castelo Branco, nasceu na cidade do Porto, filho de João de Melo Castelo Branco, Viseu, e de Teresa Francisca Benedita da Costa, natural da Freguesia da Sé do Rio de Janeiro, Senhora da Casa da Richeira, assistente na cidade do Porto. Neto paterno de Manoel de Vilhegas Castelo Branco, Senhor da Casa do Fiel, Termo de Viseu, e Cavaleiro da Ordem de Cristo, e de Esperança de Melo e Souza. Neto materno de Manoel Gomes da Silva, Senhor da Casa da Richeira, Cabeceiras de Basto, e de Maria Gomes dos Godos, Maria Gomes de Godos. Presentes a cerimônia religiosa de casamento, o Padre Antônio Lopes da Azevedo, andando em desobriga, de licença do Cura de Arneiroz, Padre Manoel da Costa Gadelha, as testemunhas, o Capitão João de Araújo Chaves, o Tenente José de Araújo Chaves, e outros.

Filhas:

6.1.3.1.1. Josefa nasceu a 22 de fevereiro de 1795, na Freguesia de Arneiroz, batizada a 25 de março  na Fazenda da Carrapateira, Freguesia de Arneiroz, Inhamuns, Ceará, pelo Padre Antônio Lopes da Azevedo. Padrinhos, Manoel de Araújo Lima e Josefa Martins Chaves, ambos casados. Manoel de Araújo Lima foi casado (1) com Joana de Souza Palhano, e (2) a 31 de janeiro de 1799, na Fazenda da Carrapateira, Freguesia de Arneiroz, com Ana Álvares Feitosa, filha de Antônio Cavalcante e de Josefa Ferreira de Souza.  Cf. La76-272. 

6.1.3.1.2. Teodora nasceu a 13 de agosto de 1791, e foi batizada na Capela do Tauá, a 29 de setembro do dito ano, pelo Padre Carlos Teixeira Chaves. Padrinhos, o Tenente José de Araújo Chaves PP apresentada por Manoel Félix Alcoforado, e D. Eleutéria de Matos Vasconcelos, casada.

6.2. Maria Pereira da Assunção nasceu na Freguesia de N. Senhora do Carmo, Inhamuns.c Casou-se a 28 de dezembro de 1765, na Capela de N. Senhora da Glória, São Mateus, Jucás, Freguesia de Nossa Senhora do Carmo dos Inhamuns, com Luciano Fernandes Cardoso, n. Vila de Penedo, Alagoas, filho de João Veloso de Castro e de Isabel Maria. Testemunhas na cerimônia religiosa de casamento, Manoel Correia e João Ferreira. LSMI-106.

Filha por Francisca dos Santos, solteira, índia e Carlos da Cunha Pereira.

6.3. Bernarda da Cunha Pereira nasceu na Freguesia de Russas. Casou-se com Feliciano Dias de Almeida, n. 1733, na Freguesia de Russas, batizado a 20 de junho de 1733 no Sítio do Figueiredo, filho  de Inácio Dias de Almeida, Pernambuco, e de Maria de Medeiros, Russas. Feliciano: foram seus padrinhos, João de Aguiar Ferreira e Francisca Xavier da Luz.

Filho:

6.3.1. Cosme, n. 1761, e foi batizado a 21 de outubro de 1761 na Capela do Rosário do Aracati, sendo padrinhos o Doutor José Pereira de Melo, homem casado e morador no Ceará (Fortaleza) e Ludovina do Sacramento, casada, moradora nesta Vila. Ludovina: tia de Cosme, filha de Inácio Dias de Almeida, casada e que depois foi mãe de filho de pai incógnito.

    Ver estes casais que ainda se não conseguiu fazer o liame familiar:

Francisco Ferreira ou Teixeira Lemos c.c. Brígida Maria Dantas.

Antônio Ferreira Lemos c.c. Brízida da Silva de Almeida.

Luís Tavares de Almeida c.c. Joana dos Santos Camelo

Manoel Antônio de Almeida f. de Antônio de Távora e Maria Martins c.c. Teresa Maria de Jesus, f. de José Bernardes Nogueira e Maria José de Souza. Teresa viúva casou-se 2º com João da Cruz Cachoeiro.

Manoel Carlos de Almeida f. Vicente de Almeida Castelo e Ana Francisca de Oliveira c.c. Maria Teresa das Neves f. Brás de Montes e Silva e de Eusébia Maria de Melo.

Luís de Lemos Almeida c.c. Ana Teresa de Jesus. A filha Ana n. 15.10.1846 e batizada a 26.07.1847 na fazenda Logradouro. Padrinhos: José de Holanda Lins? e Francisca Clara de Assis. O Padre Jerônimo Ferreira de Menezes, batizou. LQBat.16-364.

Luís de Lemos Almeida casou-se com Ana Teresa de Jesus, pais de uma filha anotada, Ana nasceu 15.10.1846 e batizada a 26.07.1847 na Fazenda do Logradouro. Padrinhos: José de Holanda Lins e Francisca Clara de Assis. O sacramento do Batismo realizado pelo Padre Jerônimo Ferreira de Menezes.

Fonte;

i Vinicius Barros Leal,  História Baturité, Sec. Cultura, Fortaleza, 1981, p.221. João Eudes Costa, Retalhos da História de Quixadá, Ed. ABC, Fortaleza, 2002. ii  LR3-61 -  LA2-148v  - LA3-36,39v,47v,51v,56v,80v,96v,140v iii LR1-47 iv  LA2-99v,148v  -  LA3-33v,78,129 LR3-112,116 LR4-52,63,70v v  LA2-148v LR4-63 vi LR4-63 vii LR3-112 viii LA3-78,113,129  - LR3-112 ix LA3-113 x Eduardo de Castro Bezerra Neto et alli, Os Bezerra de Menezes, Tip. Minerva, 1982, p.54. xi LR4-52  xii  LA3-66,80v,94v,97v,99v,115v,129v  - LR4-70v xiii LR12-127,130 xiv LR12-147v xv LA2-99v - LA3-33v,50,71,80,92v,137v - Li19-79v xvi LR3-61 - LA3-36,39v,47v51v,56v,80v,96v,140v xvii  LA3-36,39v,47v51v,56v,80v,96v,140v LR3-61 xviii LA3-27,47v,56v xix Eduardo de Castro Bezerra Neto et all, Os Bezerras de Menezes, p.54 xx LA3-140v  xxi LA3-36,66,76v,80v,81,99v,125v  xxii LRA1-06v  xxiii  LR1-27,29v,47  -  LR3-117  -  LR4-46v,61v LQ-04  xxiv  LR1-58v,78,86,135v  - LR3-04v xxv LR3-117  - LR-68 xxvi LR4-68 xxvii LR2-60 xxviii LA3-132

 

Co - Fundadores de Quixadá. Lemos Almeida & Barros Ferreira.  Parte Dois.                                                       

                                             

    Manoel de Lemos n. 1682,  casou-se com uma pessoa ainda não conhecida. Manoel faleceu em 10 de julho de 1762,  e foi sepultado na Capela do  Glorioso São João Batista, São João do Jaguaribe, Ceará.

Filho:

  1. Luís de Lemos Almeida nasceu em Goiana, Pernambuco. Casou-se com Leonor de Barros Ferreira, n. na Freguesia de Russas, filha de José de Barros Ferreira e de Maria Ferreira Bezerra. Moradores na Ribeira do Banabuiú. Luís de Lemos Almeida, teve um filho de nome Antônio de Lemos Almeida, morador em Mombaça, Ceará, e diferente do que guardou a tradição oral, os Lemos de Almeida do Quixadá, não procedem da Mombaça e sim de Pernambuco, juntamente com aqueles. Provável o Luís ser parente do Manoel Simoens Homem, e mais um filho do Luís casou-se com uma neta do Simoens. Suas fazendas: Malacacheta, Boa-Água, e terras do alto Sitiá e Quininporó: Combate, Convento, Umarizeiras. A Família Queiroz não participou da vida eclesiástica quixadaense e nem aconteceu casamentos com os Almeidas. No poder Civil houve sim participação de Queiroz e com merecido destaque. O assunto carece estudo.

Filhos:     

  1. Manoel de Lemos Almeida
  2. Maria Ferreira de Almeida
  3. Francisca Ferreira de Lemos
  4. Leonor
  5. José de Lemos Almeida
  6. Mariana de Lemos Barros
  7. Antônio de Lemos de Almeida 

1. Manoel morador na sua Fazenda da Malacacheta, Banabuiú, sepultado na Igreja de Jesus Maria José, Quixadá, Ceará. Observar que é sobrinho materno do José de Barros Ferreira Júnior e Co- fundador de Quixadá. Manoel de Lemos Almeida conhecido por Papai Lemos, Papai Emo, Papa Emo, Papa Ema. A suposição de haver ligação dos Lemos Almeida estudados com os de Mombaça procede. Só que o grupo familiar sempre morou na Ribeira do Banabuiú, e um foi a Mombaça, o Antônio de Lemos Almeida. Resenha do termo de casamento.“O Capitão Manoel de Lemos de Almeida natural da Freguesia de Quixeramobim, filho legítimo de Luís de Lemos de Almeida, natural de Goiana e de sua mulher Leonor de Barros Ferreira, desta Freguesia (das Russas), com Isabel Ferreira do Coito Muniz nasceu na Freguesia de Russas, filha de Manoel Rodrigues de Souza, natural da cidade de Olinda e de sua mulher Luzia Muniz natural desta Freguesia, se recebeu por palavras de presente de conformidade com o Sagrado Concílio Tridentino no dia oito de setembro de 1781, não havendo impedimento algum sendo dispensados em 3º grau de sanguinidade. Testemunhas na cerimônia religiosa de casamento, Domingos de Carvalho Andrade e José de Lemos Almeida (irmão do noivo).  O Cura Manoel da Fonseca Jaime.” Cf. Cf. LR4-46v - LQ Bat.4-46v.  Ver José Bonicio de  Sousa, Quixadá de Fazenda a Cidade, IBGE, RJ, 1960, p.24,71. Retalhos da História de Quixadá, João Eudes Costa, Ed. ABC, Fortaleza, 2002, p.16.

Filhos: 1.1.- 1.2.

1.1. Jerônimo n. no mês de janeiro de 1791, em Quixeramobim, Ceará, batizado a 13 de fevereiro de 1791, na Igreja Matriz de Santo Antônio de Quixeramobim. Padrinhos, João da Costa e Leonor de Barros Ferreira.

1.2. Manoel de Lemos Almeida, n. Quixadá, casou-se com Joana Francisca da Paixão. Faz-se o registro de outro Manoel de Lemos Almeida, f. de Inácio Ferreira e de Joana Batista, que se casou a 09.05.1799, na Fazenda do Puqu ? com Maria da Conceição, filha de Maria Francisca, solteira. Manoel e Joana Batista pais de uma filha, Josefa da Conceição, casou-se a 23.08.1819 com Francisco Vieira da Silva f. José dos Santos Vieira e Cipriana Ferreira. La04-129 - La7-126.

Filhos por  Manoel de Lemos Almeida e Joana Francisca da Paixão 1.2.1.-1.2.2.

1.2.1. Gertrudes Felícia de Almeida, n. Quixadá. Casou-se a 23 de setembro de 1829, na Freguesia de Quixeramobim, Ceará, com Joaquim dos Santos, filho de Manoel dos Santos do Nascimento e de Vicência Maria da Conceição. Oficiante, o Padre Gonçalo.  Cf. LCas.Q3-150v.

Filho:  

1.2.1.1. João n. 1844. Batizado a 05 de janeiro de 1844, na Freguesia de Quixeramobim. LQBat.16-169.

1.2.2. Manoel de Lemos Almeida  casou-se com Rosa Maria Barreto. LCBat.1-100.

Filhos:  1.2.2.1.- 1.2,2.3.

1.2.2.1. Joana Teresa Maria do Nascimento  casou-se a 02 de julho de 1822, na Freguesia do Canindé, com Francisco de Faria da Costa, filho de Antônio de Faria e de Vicência Maria de Arruda. Testemunha na cerimônia de casamento, Paulo José Vieira, morador na Fazenda do Mel, desta  Freguesia, tantum. Cf.LC Cas.1-06.

Filha:

1.2.2.1.1. Maria n. 1823 e foi batizada a 13 de maio de 1823. Cf. LCBat.1-100.

1.2.2.2. Inês Maria do Bonfim natural e moradora na Freguesia do Canindé, casou-se a 14 de agosto de 1822, na Freguesia de Canindé, com Antônio Cardoso Maciel, natural e morador no Quixeramobim, filho de Pedro Cardoso Maciel e de Luciana Francisca da Conceição. Testemunha, Vicente Marques Viana, solteiro. Cf. L Canindé Cas.1-09.

1.2.2.3. Manoel de Lemos Almeida, fonte, casou-se com Maria José de Jesus.

Filho:

1.2.2.3.1. Antônio n. 1847 batizado a 03 de agosto de 1847, na Fazenda da Canafístula. Padrinhos, Vicente dos Santos Lessa e Maria de Nazaré de Paula, batizado pelo Padre José Jacinto. Cf. LQBat.16- 380v.

 2º Filho por Luís de Lemos Almeida e Leonor de Barros Ferreira.

  1. Maria Ferreira de Almeida, fonte, n. 1735, Freguesia de Russas, batizada a 11 de agosto de 1735, na Igreja Matriz de N. Senhora do Rosário de Russas, por padrinhos, o Capitão Manoel Simoens Homem e sua mulher Isabel Ferreira de Coito, moradores todos na Freguesia de Russas. Observar que foi batizada no mesmo dia e local de Francisca Ferreira do Coito, filha de Manoel Simoens Homem e sua mulher. Casou-se a 24 de novembro de 1756, no Sítio da Malacacheta, Quixadá, Freguesia de Santo Antônio do Quixeramobim, com Aniceto Pereira da Costa, filho de Aniceto Pereira e de Ana Florência Batista. Aniceto, faleceu a 13 de abril de 1769. Testemunhas na cerimônia religiosa de casamento, José de Barros Ferreira e Manoel José da Rocha. Cf. LQCas.1-04.

    3º Filho por Luís de Lemos Almeida e Leonor de Barros Ferreira.

  1. Francisca Ferreira de Lemos n. 1739, batizada a 06 de novembro de 1739, na Capela de Santo Antônio do Quixeramobim. Termo de batismo.“Aos seis de novembro de 1739, nesta Igreja de Santo Antônio de Quixeramobim, filial desta Matriz de Nossa Senhora do Rosário das Russas, batizou de licença minha o Reverendo Padre Manoel Coelho Exisso (Xemiso) e pós os Santos Óleos a Francisca filha legítima de Luís de Lemos e de Leonor de Barros; foram padrinhos João Pereira Sarmento e sua mulher Floriana de Barros de que fiz este assento. O Cura José Lopes de Santiago Lima.” Cf. LR1-47. Obs.: A madrinha Floriana de Barros Ferreira é tia da batizanda. Seu primeiro marido João Pereira Sarmento faleceu a 23 de fevereiro de 1760, e foi sepultado na Capela de N. Senhora da Conceição da Barra do Sitiá, Banabuiú, Ceará.

   Francisca Ferreira de Lemos casou-se a 08 de setembro de 1771, na Fazenda da Malacacheta, Quixadá, Ceará. Termo de casamento.  “Aos oito dias de setembro de 1771, o Padre Frei Antônio de São Boaventura de licença minha, na Fazenda Malacaxeta desta Freguesia de Quixeramobim, assistiu e deu as bênçãos nupciais na forma do Ritual Romano feitas as denunciações na forma do Sagrado Concílio Tridentino sem impedimento algum aos nubentes que na dita Fazenda se receberam por palavras de presente, presentes as testemunhas abaixo assinadas pelas nove horas da manhã Domingos de Carvalho Andrade natural da Vila Franca, Freguesia de São João de Cavez, Arcebispado de Braga, filho legítimo de Pedro de Andrade, já defunto e de sua mulher Maria Carvalho dos Santos e Francisca Ferreira de Lemos natural desta Freguesia de Quixeramobim, filha legítima de Luís de Lemos de Almeida, já defunto e de sua mulher Leonor de Barros: sendo testemunhas André Pinheiro Maciel e Manoel Pinheiro Landim moradores no Riacho do Sangue e se assinaram ao pé da Certidão que fica em meu poder: de que fiz este assento aos dez do mês e ano supra dia em que me assinei. O Cura assinatura ilegível.” Cf. Livro de Matrimônios, Quixeramobim. 1755/1800 48. Domingos de Carvalho Andrade nasceu aos vinte e quatro dias do mês de agosto de 1743. Cf. Francisco Augusto de Araújo Lima. Siará Grande – Uma Província Portuguesa no Nordeste Oriental do Brasil. Editora Expressão Gráfica, Fortaleza. 2016. Volume II. p. 602.

    4º Filho por Luís de Lemos Almeida e Leonor de Barros Ferreira.

  1. Leonor n. 1750, na Freguesia de Russas, batizada a 13 de abril de 1750, no Sítio dos Muricis, pelo Padre João Cavalcante de Sá, de licença do Cura, Padre João Pereira de Lima. Padrinhos, Antônio de Barros Rumeiro e Mariana Pereira, todos moradores na Ribeira do Banabuiú. Cf. LR3-117.

    5º Filho por Luís de Lemos Almeida e Leonor de Barros Ferreira.

  1. José de Lemos Almeida n. freguesia de Quixeramobim. Casou-se a 25 de fevereiro de 1783, na Igreja Matriz de Russas, dispensado no 3°grau de consanguinidade, com Gertrudes Maria do Coito Muniz, n. 1757, na Freguesia de Russas, batizada a 07 de abril de 1757, na Igreja Matriz de Russas, filha de Manoel Rodrigues de Souza e de Luzia Muniz de Olinda. José de Lemos sobrinho do José de Barros F. Jr. Morou na sua Fazenda Quininporó, Quixadá Gertrudes: foram seus padrinhos, o Capitão Manoel Simoens Homem (avô da batizanda) e Maria José. Cf. LR1-96v. Termo de casamento. "José de Lemos de Almeida natural e morador na Freguesia de Quixeramobim, filho legítimo de Luís de Lemos de Almeida e Leonor de Barros, com Gertrudes Maria, natural e moradora nesta Freguesia das Russas, filha legítima de Manoel Rodrigues, já defunto, e Luzia Muniz, dispensado no 3°grau de sanguinidade, se receberam por palavras de presente a 25 de fevereiro de 1783, na Igreja Matriz de Russas, presentes por testemunhas, o Capitão Mor Manoel de Pontes Franco e o Licenciado José Antônio de Souza Galvão. O Cura Manoel da Fonseca Jaime.” LR4-61v.

Filho:

5.1. José de Lemos de Almeida Júnior,  n. 1788, em Quixeramobim, Ceará, batizado a 21 de fevereiro de 1788, na Igreja Matriz de Quixeramobim. Casou-se a 04 de novembro de 1826, na Igreja Matriz de N. Senhora da Expectação, Icó, com Benedita Felícia do Espírito Santo, n. Icó, Ceará, filha de João Batista do Couto e de Ana Joaquina Testemunhas no casamento, Feliciano Gomes da Silva e José Ferreira Barros. Morou na fazenda Quininporó, Quixadá. Registro: um José de Lemos de Almeida c.c. Ana Luíza de Araújo, pais de Pedro, n.12.10.1847, na fazenda do Livramento. Termo de batismo.  “Aos vinte e um de fevereiro de 1788, nesta Matriz de Quixeramobim, batizei e pus os Santos Óleos ao párvulo José, de idade de dois meses, filho legítimo de José de Lemos de Almeida e Gertrudes Maria; foram padrinhos José Manoel de Azevedo do Ó e (tantum) de que fiz este assento em que me assinei e me assinei. Hermenegildo Pereira de São Tiago Montenegro.” Cf. Livro de Batismos, Quixeramobim. Termo de casamento.“Aos quatro de novembro de 1826, feitas as denunciações que dispões o Sagrado Concílio Tridentino não resultando impedimento algum em presença do Reverendo Reinaldo da Costa Moreira de minha licença, se receberam em matrimônio José de Lemos de Almeida filho legítimo de José de Lemos de Almeida, já falecido e Gertrudes Maria do Espírito Santo, com Benedita Felícia do Espírito Santo, filha legítima de João Batista do Couto e de Ana Joaquina. O nubente natural da Freguesia do Quixeramobim e morador nesta, a nubente natural desta Freguesia de Nossa Senhora da Expectação do Icó, e moradora nas Almas; testemunhas, Feliciano Gomes da Silva e José Ferreira de Barros, examinados em doutrina Cristã confessados sacramentalmente logo receberam as bênçãos na forma do Rito Romano, para constar mandei lançar este assento eu assino. O Vigário Interino assinatura ilegível.” Li19- 79v.

Filho: por José de Lemos de Almeida Júnior e Benedita Felícia.

5.1.1. Francisco nasceu a 06 de fevereiro de 1842,  e foi batizado a 1º de janeiro de 1843, na Igreja Matriz de Santo Antônio de Quixeramobim, Ceará. Termo de batismo.“Em o primeiro de janeiro de 1843, na Matriz desta Freguesia batizei solenemente ao párvulo Francisco nascido em seis de fevereiro de 1842, filho legítimo de José de Lemos de Almeida e Benedita Felícia do Espírito Santo, foram padrinhos, Manoel Soares da Silva Bezerra, casado e Úrsula de Castro Pimentel, viúva, = todos desta Freguesia: do que para constar mandei fazer este assento que assino. O Vigário Interino Inácio Antônio Lobo.” Cf. Livro de Batismos, Quixeramobim. 

 Um cidadão de nome José de Lemos Almeida casou-se primeiro com Francisca Maria de Jesus  Russas CD8 L4 cas 105

Casou-se segundo  a 09.10.1844 c. Maria Senhorinha f. Manoel Martins da Costa e Bárbara correia Vieira. 

    6º Filho por Luís de Lemos Almeida e Leonor de Barros Ferreira.

  1. Mariana de Lemos Barros também conhecida como Maria de Lemos Barros, casou-se com José Rodrigues Pereira Chaves, Coronel, faleceu a 16 de março de 1774, no Aracati. O Coronel José Rodrigues, foi casado com Ana do Ó, n. 1744 e foi batizada a 03 de fevereiro de 1744, na capela de São José do Aracati, filho de Alexandre de Brito Pereira e de Albina Ferreira de Soveral. Ana do Ó, casou-se (2) com o Capitão Mor José Pereira d' Eça. 

    Filho por Mariana de Lemos Barros e José Rodrigues Pereira Chaves. 

6.1. José Rodrigues Pereira Chaves Júnior, n. Goiana, Pernambuco, Capitão, casou-se a 29 de abril de 1779, na Igreja Matriz de N. Senhora do Rosário de Russas, com Eulália Maria da Silva nasceu a 18 de janeiro de 1762, e foi batizada a 26 do mesmo mês e ano, na Igreja Matriz de N. Senhora do Rosário de Russas, filha de Francisco Xavier Nogueira Ribeiro e de Ângela Mônica da Silva Moreira. Moradores na freguesia de Quixeramobim. Testemunhas, José Antônio de Souza Galvão e Bernardo da Silva. Eulália: padrinhos, André Pinheiro Maciel, morador na Freguesia do Icó e Eulália Maria Maciel - ambos primos da batizanda e filhos de Manoel Pinheiro do Lago e de Rosa Maria Maciel. 

   7.º Filho por Luís de Lemos Almeida e Leonor de Barros Ferreira, e não 2º filho do Pater Famílias Manoel de Lemos, natural de Pernambuco, como por engano é anotado.  O Lemos Almeida da Mombaça.

  1. Antônio de Lemos Almeida nasceu na Freguesia de Santo Antônio do Quixeramobim e não em Goiana, Pernambuco, filho de Luís Lemos de Almeida e de Leonor de Barros Ferreira. Casou-se a 24 de setembro de 1781, com Eugênia Gonçalves de Carvalho, filha de Pedro de Abreu Pereira e de Maurícia Pereira da Silva. Eugênia, neta materna de Pedro de Souza Barbalho e de Maria Teresa de Souza. Bisneta via Maria Teresa, de Maria Pereira, fundadora de Mombaça. Ceará. Pedro de Souza Barbalho nasceu no ano de 1697, na Freguesia de Jesus Maria José, Siriri, Sergipe, filho de Simão Ribeiro de Figueiredo e de Cristina de Andrade. Criador de gados, morador “na Ribeira da Mombaça”, Ceará. Faleceu a 30 de maio de 1778, com a idade de 81 anos, já viúvo, e foi sepultado na Igreja Matriz de Santo Antônio do Quixeramobim. Antônio de Lemos Almeida morou em Mombaça e deixou descendência do casamento com Dona Eugênia. Os sete filhos do casal são estudados em Augusto Tavares de Sá e Benevides, Mombaça, IOCE, Fortaleza, 1980, p. 61. Decorridos trinte e nove anos 1980/2019, o importantíssimo trabalho PIONEIRO do Senhor Augusto Tavares de Sá e Benevides necessita de atualização, por alguém de sua família ou do povo da Mombaça. Entenda-se essa atualização como um homenagem e agradecimento ao seu valioso trabalho pois sem ele não estaríamos a discutir agora o assunto. Ver  Fernando Antônio Lima Cruz. Maria Pereira web. http://www.mariapereiraweb.net/?area=sobreoeditor#.XGCB7lxKhPY

Termo de casamento de Antônio Lemos de Ameida.“Aos vinte e quatro do mês de setembro de 1781, nesta Freguesia de Santo Antônio, na Fazenda do Freitas, assisti e dei as bênçãos na forma do Ritual Romano feitas ás três denunciações nesta Matriz sem impedimento algum a Antônio de Lemos de Almeida, filho legítimo de Luís de Lemos de Almeida e de sua mulher Leonor de Barros, natural desta Freguesia e Eugênia Gonçalves de Carvalho, natural da Freguesia de São Mateus (Jucás, Ceará) filha legítima de Pedro de Abreu Pereira e de Maurícia Pereira da Silva, se receberam com palavras de presente, presentes as testemunhas abaixo assinadas de que fiz este assento no mesmo dia mês e ano supra. O Cura, Padre Antônio José Duarte de Araújo Lima. Cf. Livro de Matrimônios, Quixeramobim. 

Filhos:  

 

  1. Luís Lemos de Almeida,Luís de Souza Pereira c.c. Joana Maria Bezerra de Menezes. Ver item 2.2.7 primeira parte.
  2. Ana Gonçalves de Carvalho c.c. Gonçalo Leite Barbosa
  3. Antônio Gonçalves de Carvalho c.c. Francisca Gertrudes da Conceição
  4. Mariana Penha de França c.c. José Félix de Carvalho
  5. Rita de Matos Vasconcelos c.c. Serafim Gonçalves
  6. José Cláudio de Almeida
  7. João Bernardo de Almeida c.c. Raimunda de Araújo Chaves

 Fonte Primária e outras inclusive já anotadas.                

LR2-82v José Bonicio de Sousa, Quixadá de Fazenda a Cidade, IBGE, RJ, 1960, p.24,71 LR1-27,29v,47  -  LR3-117  -  LR4-46v,61v LQ-04

LR4-46v - L Bat. n°4 Quixe fl.46v Augusto T. de Sá e Benevides, Mombaça, IOCE, Fortaleza,1980, p.61. LQ3-150v Retalhos da História de Quixadá, João Eudes Costa, Ed. ABC, Fortaleza, 2002, p.16.

LQuixeCas.3-150v - L.Bat. n°16 Quixe.-169 LCanindé1-100

Livro cas. Canindé 1-03

L Bat. Quixe. n°16 fl.380v

Livro Quixeramobim Cas. n° 1° fl.04 LR4-61v  - Li19-79v

LR1-96v

Li19-79v - L.Quix. n°4-28 - LQuixe16-27 LA3-38v,79v  - LR1-135v  - LR4-22v

LR1-135v  - LR4-22v