Blue Flower

Digite o termo na pesquisa conforme o Sumário atual da terceira etapa. Aperte o enter e aguarde o melhor resultado. Após entrar no tema da publicação, busque a palavra do seu interesse usando as teclas Ctrl + f. surgirá uma barra superior onde se deve digitar a palavra chave, p. ex. "Dummar", logo aparecerá ressaltada, com o número de vezes que se acha no texto. 

 

      

  

Raymundo Siebra Moreira. 1º centenário de sua morte, 1924 / 2024.

 

      Por Jeová Siebra, Cirurgião Dentista, Mestre e Doutor em Odontologia, Artista Visual, sobrinho neto de Raymundo Siebra, arrimado na valiosa tradição familiar, zelosamente mantida via Aíla Maria Queiroz Moreira (Araújo Lima) e José Jeová Siebra Moreira, Sênior. Jeová Siebra (Neto) pesquisou demoradamente no acervo particular de Francisco Augusto de Araújo Lima, Famílias Cearenses. Fortaleza 07.05. 2024.

              

 

  Raimundo Siebra é um dos mais antigos pintores da Serra de Baturité de que se tem notícia. Em face da aprovação do projeto de Lei n.º 33, de iniciativa dos Deputados José Acióli e João Guilherme, a Assembleia Legislativa do Ceará concedeu, em agosto de 1918, uma pensão anual de 1:800$000 (um conto e oitocentos mil réis) a Raimundo Siebra e outra de igual quantia a Mário Dias Maia, como auxílio do Estado, para completarem sua educação artística na Escola (Nacional) de Belas Artes, no Rio de Janeiro.

Raymundo Siebra nasceu no dia 1º de dezembro de 1898, no Sítio Romualda, Pacoti, Ceará, filho de Francisco Moreira Barros e de Adelaide Siebra Moreira, aluna da Escola Normal, Fortaleza. 10.07. 1889. Jornal A Constituição.

Termo de batismo de Raymundo Siebra Moreira: “Aos três de dezembro de 1898, batizei solenemente, nesta Matriz, a Raymundo, nascido a um de dezembro do mesmo ano, filho legítimo de Francisco Moreira Barros e de Adelaide Siebra Barros:  sendo p. p. Francisco Moreira de Souza Barros e Nossa Senhora. E para constar lavrei este termo. O vigário Padre João Alfredo Furtado”.

   

Cf. Livro de Batismos, Nossa Senhora da Conceição, Pacoti, Ceará. Igreja Católica Apostólica Romana.

 

Termo de Batismo de um irmão de Raymundo Siebra, José Jeová Siebra Moreira, Sênior. José, batizado pelo Padre Antônio Tabosa Braga, a 18.07.1911 na Igreja Matriz do Pacoti, n. 03.07. na Freguesia do Pacoti, f. de Francisco Moreira Barros e de Adelayde Siebra Moreira. Padrinhos: Francisco de Menezes Pimentel e Luíza Maciel da Silveira.  

     

Cf. Livro de Batismos Nossa Senhora da Conceição, Pacoti.

        José Jeová Siebra Moreira, Sênior casou-se com Maia de Queiroz Moreira, filha de José Tomás da Costa Filho e de  e Raquel de Lima. à Casamento José Tomás da Costa Filho e Raquel de Lima. 

“Aos 19 de janeiro de 1907, no Sítio Munguba, o Reverendo Mosenhor Argymiro Pautasas, assistiu e abençoou aos contraentes matrimonial José Thomaz Filho e Raquel de Lima, solteiros e em tudo habilitados para o matrimônio católico. Receberam-se como esposos com palavras de presente em presença das testemunhas Raimundo Carloto da Silva e José Liberato. E para constar mandei fazer este assento que assigno.  Pe. Antônio Tabosa Braga.” 

     

     

Cf. Livro de Matrimônios Nossa Senhora da Conceição, Pacoti.

         

     Mário Dias Maia, Aluno Escola Belas Artes.  Jornal o Paiz. RJ. 6ª feira.13.06.1919.  Mário Dias Maia funcionário da Comissão de Piscicultura, Ceará, Inspetoria Federal de Obras Contra as Secas, IFOCS, DNOCS, Ministério da Viação.  CF. Jornal Brazil Ferro – Carril. 33108.1938.

         

   Cf. Jornal Correio da Manhã. RJ. 08.05.1924.     Cf. Jornal O Imparcial. RJ. Quinta Feira, 08.05.1924