Blue Flower

Seja benvindo(a)!

Digite o termo na pesquisa conforme o Sumário atual da terceira etapa. Aperte o enter e aguarde o melhor resultado. Após entrar no tema da publicação, busque a palavra do seu interesse usando as teclas Ctrl + f. surgirá uma barra superior onde se deve digitar a palavra chave, p. ex. "Dummar", logo aparecerá ressaltada, com o número de vezes que se acha no texto. 

 

 

                       

Por Francisco Augusto de Araújo Lima. Comemorativo do 25° ano da publicação na RIC, de O Cearense Antônio Henriques Rabelo, de Geraldo Nobre. Geraldo da Silva Nobre nasceu em Morada Nova, Ceará, 31 de agosto de 1924 e faleceu em Fortaleza, 26 de junho de 2005, foi economista, escritor, jornalista, historiador, professor, Diretor do Arquivo Público do Ceará e Presidente de Honra do Instituto do Ceará, bom homem, excelente pesquisador, sempre disponível a ajudar a quem o procurava. Fortaleza, 23.05.2021. genealogia@familiascearenses.com.br  faal.ww@gmail.com 

 

   

 José Henriques Pereira, natural da Freguesia de Nossa Senhora de Marvila, Marvila, Concelho e Distrito de Santarém, filho de Manoel Henriques Pereira nasceu no lugar Castanheira, Freguesia de Santa Eufêmia, Leiria, e de Mariana de São José Lobo, do lugar do Vale, termo de Santarém. Casou-se com Luíza da Silva Barros, da Freguesia do Recife, filha de Bernardo Rabelo da Silva Pereira e de Caetana Maria Felipa, ambos de Recife, Pernambuco. Neto paterno de Vicente Henriques, morador na Aldeia de Alqueidão (do Sirol), Termo da Vila de Cós, Freguesia do Concelho de Alcobaça, Leiria, Coutos de Alcobaça, Freguesia Santa Eufêmia donde ele (Manoel Henriques Pereira) é Superintendente e onde ele e seu pai foram batizados. Sua mulher Maria Roiz, do mesmo lugar e batizada na mesma Freguesia de Santa Eufêmia, Concelho e Distrito de Leiria.
    O Sargento Mor José Henriques Pereira e Luíza da Silva Barros, moradores na Vila da Fortaleza, pais de:
1. Tenente Antônio Henriques Rebelo nasceu no ano de 1792, em Fortaleza, Ceará, e faleceu aos 05 de julho de 1817, enforcado, Recife, Pernambuco, com a idade de 25 anos. Mártir do Movimento de 1817.
2. Bernardo nasceu a 23 de agosto de 1793, e batizado a 03 de setembro do mesmo ano na Igreja Matriz de N. Senhora da Assunção da Fortaleza. Padrinhos: o antigo Capitão Mor do Ceará, (1780/1789), João Batista de Azevedo Coutinho de Montauri, Montaury, e sua mulher D. Francisca Mariana Sabina de Souza da Silva, moradores em Lisboa, PP apresentada por Joaquim José Rodrigues de Caldas, por ele, e por ela, Gregório Álvares Pontes, moradores na Vila da Fortaleza do Siará Grande.

      Documentação referente ao Sargento Mor José Henriques Pereira.
Resumo: PASSAPORTE passado pelo secretário de estado da Marinha e Ultramar, visconde de Anadia, [José Rodrigues de Sá e Melo Meneses de Souto Maior], ao sargento-mor reformado José Henriques Pereira, a sua mulher Luísa da Silva Barros, a seu filho Antônio Henriques Rebelo da Silva Pereira e a dois pretos forros, Tristão Henriques e Justino Henriques, autorizando viagem à capitania de Pernambuco.

Capitania: Capitania De Pernambuco. Local de Emissão: Queluz. Data de Emissão: 1807, setembro, 23

Fonte: Projeto Resgate de Documentação Histórica Barão do Rio Branco

OFÍCIO resumo: CARTA do governo interino do Ceará composto por Gregório João da Silva Coutinho, capitão José Henriques Pereira e Antônio Martins Ribeiro, ao [príncipe regente, D. João], referente aos soldos de cada um dos oficiais das Tropas Pagas e Milicianas da referida capitania.

Capitania: Capitania do Ceará. Local de Emissão: Fortaleza. Data de Emissão: 1802, novembro, 20. Fonte: Projeto Resgate de Documentação Histórica Barão do Rio Branco
Resumo: OFÍCIO dos [governadores interinos do Ceará], José Henriques Pereira e Luís Martins de Paula, ao [secretário de estado dos Negócios da Marinha e Ultramar], visconde de Anadia, José Rodrigues de Sá e Melo, sobre a remessa de sementes de plantas bravas existentes na capitania.

Capitania: Capitania do Ceará. Local de Emissão: Fortaleza. Data de Emissão: 1803, maio, 14. Fonte: Projeto Resgate de Documentação Histórica Barão do Rio Branco
DOS [GOVERNADORES INTERINOS DO CEARÁ], JOSÉ HENRIQUES PEREIRA E LUÍS MARTINS DE PAULA, AO [SECRETÁRIO DE ESTADO DA MARINHA E ULTRAMAR], VISCONDE DE ANADIA, JOÃO RODRIGUES DE SÁ E MELO, SOBRE A REMESSA DE SEMENTES DE PLANTAS BRAVAS.
NÍVEL DE DESCRIÇÃO. Documento composto. CÓDIGO DE REFERÊNCIA. PT/AHU/CU/006/0018/01013. TIPO DE TÍTULO Atribuído. DATAS DE PRODUÇÃO 1803-10-23 a 1803-10-23. DATAS DESCRITIVAS
em Fortaleza
AVISO DO [SECRETÁRIO DE ESTADO DA MARINHA E ULTRAMAR], VISCONDE DE ANADIA, [JOÃO RODRIGUES DE SÁ E MELO], AO CONSELHEIRO DO CONSELHO ULTRAMARINO, VISCONDE DA LAPA, [MANUEL DE ALMEIDA VASCONCELOS], PARA QUE SE FAÇA CONSULTA SOBRE O REQUERIMENTO DO CAPITÃO DA COMPANHIA DE INFANTARIA DE FORTALEZA DE NOSSA SENHORA DA ASSUNÇÃO, JOSÉ HENRIQUES PEREIRA, EM QUE PEDE REFORMA NO POSTO DE SARGENTO-MOR COM SOLDO INTEGRAL.
NÍVEL DE DESCRIÇÃO. Documento composto. CÓDIGO DE REFERÊNCIA. PT/AHU/CU/006/0020/01163. TIPO DE TÍTULO Atribuído. DATAS DE PRODUÇÃO. 1806-11-14 a 1806-11-14. DATAS DESCRITIVAS
em Lisboa.

    Notícia genealógica do avô paterno do Tenente Antônio Henriques Rabelo.
  Declara o Superintendente Manoel Henriques Pereira ser filho legítimo de Vicente Henriques, morador no lugar (Aldeia) de Alqueidão (do Sirol), Termo da Vila de Cós, Freguesia do Concelho de Alcobaça, (Distrito de Leiria), Coutos de Alcobaça, Freguesia Santa Eufêmia donde ele é Superintendente e onde ele e seu pai foram batizados. Sua mãe Maria Roiz (Rodrigues), do mesmo lugar e batizada na mesma Freguesia de Santa Eufêmia, Concelho e Distrito de Leiria.
Manoel Henriques Pereira neto paterno de Manoel Henriques Calvo, já defunto, natural do lugar Castanheira, Termo da mesma Vila de Cós, e dos mesmos Coutos e Freguesia; neto pela mesma parte de Maria Francisca, já defunta, natural do mesmo lugar da Castanheira, e batizada na mesma Freguesia de Santa Eufêmia.
Manoel Henriques Pereira neto materno de João Rodrigues, já defunto, natural do mesmo lugar da Castanheira, e batizada na mesma Freguesia de Santa Eufêmia; neto pela mesma parte de Brites Roiz. natural do mesmo lugar da Castanheira, e batizada na mesma Freguesia de Santa Eufêmia, Distrito de Leiria.
Manoel Henriques Pereira informa ser sua mulher Mariana de São José (Lobo), filha legítima de Luís Rodrigues Bica, natural do lugar do Vale, Termo da Vila de Santarém e batizada ela como seu pai na Freguesia de Nossa Senhora da Esperança (união das Freguesias de Marvila e Santarém), do dito lugar (do Vale). Dona Mariana de São José filha de Juliana Maria, moradora no lugar do Vale, Termo da Vila de Santarém. Neta paterna Dona Mariana de São José, de Luís Rodrigues Bica, natural do lugar do Vale, Termo da Vila de Santarém e Batizado na Freguesia de Nossa Senhora da Esperança. E neta de Mariana Correia, já defunta, moradora que era no lugar do Vale e batizada na Freguesia de São Nicolau da Vila de Santarém. Neta materna Dona Mariana de São José, de Manoel dos Reis, já defunto, natural di lugar do lugar do Vale e batizado na Freguesia de Nossa Senhora da Esperança do mesmo lugar. Neta pela mesma parte de Maria Lobo, já defunta, moradora no dito lugar do Vale e batizada na Freguesia de Santa Maria de Casével, Termo da Vila de Santarém (Concelho e Distrito de Santarém).
Manoel Henriques Pereira diz ser irmão de José Henriques Pereira, Familiar do Santo Ofício, na cidade de Santarém.

Cf. Livro de Batismos, Ceará. familysearch.org. Cf. Livro de Batismos de N. Senhora de Marvila, familysearch.org. e Tombo. Cf. Geraldo Nobre. RIC, 1996, p. 39/59.Cf.  Habilitação do Santo Ofício do Superintendente Manoel Henriques Pereira. Cf. Francisco Augusto de Araújo Lima. Famílias Cearenses Treze – Siará Grande - Uma Província Portuguesa no Nordeste Oriental do Brasil. Ed.  Expressão Gráfica. Fortaleza. 2016. Quatro Volumes. 2.300 p.