Blue Flower

Seja benvindo(a)!

Digite o termo na pesquisa conforme o Sumário atual da terceira etapa. Aperte o enter e aguarde o melhor resultado. Após entrar no tema da publicação, busque a palavra do seu interesse usando as teclas Ctrl + f. surgirá uma barra superior onde se deve digitar a palavra chave, p. ex. "Dummar", logo aparecerá ressaltada, com o número de vezes que se acha no texto. 

 

 

                                   

    Por Francisco Augusto de Araújo Lima. Tupancy, Eusébio, Ceará, 20 de junho de 2006. Re - editado a 21 de fevereiro de 2019, 30º ano do lançamento do livro Famílias Cearenses Zero – Soares e Araújos no Vale do Acaraú, 1989. genealogia@familiascearenses.com.br faal.ww@gmail.com

                                                                                  

Capistrano de Abreu. Fonte Foto: http://historiadoceara.blogspot.

   

     Durante um largo tempo pesquisei o ABREU do ilustre João Capistrano Honório. Momento houve que imaginei que o Abreu existia via descendência de Teodósio de Araújo Abreu c.c. Joana Barbosa Fagundes, pais de filhos com o sobrenome Abreu Lima.  Por fim, depois de anos, encontrei a origem. O Abreu vem por linha de sua quarta avó Dona Ana de Abreu Lima, casada que foi com Domingos Antunes de Aguiar, ambos rio-grandenses-do-norte e moradores em Aracati. Alguns filhos deram continuidade aos apelidos do pai, Antunes de Aguiar e outros filhos assumiram o sobrenome materno, Abreu. Assim gerou-se a dificuldade em encontrar a razão do uso do dito sobrenome Abreu - cujo significado é: agradecimento, doação, aquele que anuncia a graça. Significado de Abreu, ver:  Rosário Farâni Mansur Guérios, Dicionário Etimológico de Nomes e Sobrenomes, Ed. Ave Maria, São Paulo, 1973, p. 46. Observar que hoje existem descendentes usando somente o Honório, caso dos residentes em parte de Maranguape, Campos Belos e Eusébio, sendo que a maioria continua Honório de Abreu ou somente Abreu. Obs. FAAL.

                                                             

   Domingos Antunes de Aguiar, nasceu no ano de 1693, no Rio Grande do Norte. Em 1743 já se encontra em Aracati, onde na Capela de São José, a 10 de janeiro, é padrinho de Bernarda, filha de Isabel, escravas de Baltasar, Baltazar Antunes de Moura. LR3-16.

   Domingos faleceu a 05 de setembro de 1765. Termo de óbito.Aos cinco dias do mês de setembro de 1765 anos, faleceu da vida presente Domingos Antunes de Aguiar de idade de setenta e dois anos pouco mais ou menos sem Sacramentos .?. sepultado na Capela de Nossa Senhora do Rosário do Aracati envolto em hábito branco de que fiz este assento. Padre Gonçalo Ferreira de Melo."  LA2-119.

   Domingos Antunes de Aguiar viveu com Domingas Gomes de quem houve uma filha de nome Rufina. Termo de batismo.“Aos vinte e seis de dezembro de 1748, na Capela de São José do Aracati, filial desta Matriz (de Russas) de licença do Cura abaixo assinado o Reverendo Licenciado Gonçalo Ferreira de Melo batizou e pós os Santos Óleos, a Rufina, filha natural de Domingos Antunes de Aguiar e Domingas Gomes; foram padrinhos, Manoel Moreira da Silva e Rufina Antunes, todos desta Freguesia de que fiz este assento. O Cura João Pereira de Lima.” LR3-90.

   Quartos - Avós de João Capistrano Honório de Abreu.

Domingos Antunes de Aguiar casou-se com Ana de Abreu Lima nasceu no Rio Grande do Norte. Cf. LR1-79v - LR3-16,90,124v – LA2-33,119,136v  - LRA1-13.

            

          Filhos por Ana de Abreu Lima, legítima mulher de Domingos Antunes de Aguiar. 1.-4.

  1. Miguel Antunes de Aguiar nasceu aproximadamente no ano de 1723, em Aracati. Casou-se a 07 de janeiro de 1743, na Capela de São José do Aracati, com Maria da Costa Pereira nasceu em Aracati, filha de Lourenço de Abreu Pereira e de Maria Francisca de Vasconcelos, ambos de Santo Antão da Mata, Pernambuco, residiram no Aracati onde batizaram mais dois filhos.

   Miguel Antunes de Aguiar faleceu a 15 de maio de 1785, de idade 60 anos, pouco mais ou menos, e foi sepultado na  Igreja Matriz do Aracati, das grades para baixo. Pais de filhos nascidos no Aracati, 1750/1763. Termo de óbito."Miguel Antunes de Aguiar marido que foi de Maria da Costa Pereira moradores no Boqueirão de Cima, Freguesia de Nossa Senhora do Rosário da Vila de Aracati, faleceu com todos os Sacramentos a 15 de maio de 1785, e foi sepultado nesta Matriz do Aracati das grades para baixo, encomendado por mim abaixo assinado, de idade sessenta anos pouco mais ou menos no dia dezesseis do dito mês e ano de 1785, envolto em hábito branco; do que para constar fiz este assento que assino. Padre Francisco Xavier dos Santos, Pró Pároco.” Aracati CD2-1085.

   Miguel Antunes e Dona Maria da Costa, pais de 1.1.-1. 8.

1.1. Lourenço de Abreu Lima casou-se a 12 de junho de 1780, com Luíza Francisca da Conceição. Termo de casamento. "Lourenço de Abreu Lima, filho de Miguel Antunes e de sua mulher Maria da Costa Pereira, casou-se com Luíza Francisca da Conceição filha de Francisco Campos e de sua mulher Joana Damasceno naturais e moradores desta Freguesia das Russas corridos os banhos sem impedimento e feitas as diligências se receberam por palavras de presente em mim abaixo assinado com licença do Reverendo Cura das Russas Manoel da Fonseca Jaime nesta Igreja do Rosário dos Brancos da Vila do Aracati, filial da Matriz das Russas pelas nove horas do dia doze de junho de 1780 e logo lhes dei as bênçãos nupciais presentes por testemunhas José Inácio Ferreira e Francisco Rodrigues Pinto e outros; do que para constar fiz este assento que assino.  Padre José Carlos da Silva Carneiro, Administrador do Aracati.” Aracati CD1 L1 cas 24. 

1.2. João de Abreu e Lima nasceu no ano de 1750, e foi batizado a 26 de janeiro de 1750, na Capela do Glorioso São José do Aracati.  Soares Bulcão anotou no Livro Eclesial, um termo acima do batismo de João, com letra bem legível: ‘Esta é a Mulher do Tenente Antônio Bezerra de Menezes (Maria Nunes). Termo de batismo.“Aos vinte e seis de janeiro de 1750 na Capela do Glorioso São José do Aracati de licença minha Cura abaixo assinado o Reverendo Licenciado Gonçalo Ferreira de Melo batizou solenemente a João, filho legítimo de Miguel Antunes e Maria da Costa, e lhe pós os Santos Óleos; foi padrinho Antônio Bezerra, todos desta Freguesia, de que fiz este assento. O Cura João Pereira de Lima.” Cf. LR3-112v.

1.3. Manoel, n. 1754 e foi batizado a 30 de novembro de 1754, na Capela de N. Senhora do Rosário, Aracati. Termo de batismo.“Aos trinta de novembro de 1754 em esta Capela de Nossa Senhora do Rosário da Vila do Aracati, de licença do Reverendo Cura abaixo assinado o Padre José Lopes Lima batizou e pós os Santos Óleos a Manoel, filho legítimo de Miguel Antunes e Maria da Costa; foram padrinhos, o Sargento Mor José Rodrigues Pinto e Teresa Maria de Jesus. O Cura João Pereira de Lima.” Cf. LA2-06v.

1.4. Antônia nasceu a 18 de outubro de 1761. Termo de batismo.“Antônia filha legítima de Miguel Antunes de Aguiar e de sua mulher Maria da Costa naturais desta Freguesia de Nossa Senhora do Rosário das Russas e moradores no Aracati; Neta Paterna de Domingos Antunes e de sua mulher Ana de Abreu Lima, naturais do Rio Grande (Natal, Rio Grande do Norte) e Materna de Lourenço de Abreu Pereira e de sua mulher Maria Francisca de Vasconcelos, naturais de Santo Antão da Mata, Pernambuco: nasceu aos dezoito do mês de outubro de 1761, e foi batizada com os Santos Óleos aos vinte e quatro de novembro do mesmo ano nesta Capela de Nossa Senhora do Rosário da Vila do Aracati filial da Matriz das Russas por mim Administrador dos sacramentos abaixo assinado: foram padrinhos, Lázaro Lopes Bezerril, e Maia Florência, solteira, todos desta Freguesia, de que tudo ara constar fiz em que me assinei. Padre Teodósio de Araújo Abreu, Administrados Sacramentos.” Cf. LA2-33.  

1.5. Maria Torres de Vasconcelos casou-se com Alexandre Ferreira de Andrade filho de Luís Ferreira de Andrade e de Antônia Mendes Bezerra. Pais de: 1.5.1.

1.5.1. Isabel nasceu a 19 de novembro de 1761 (um mês após o nascimento de sua tia materna Antônia)  Termo de batismo. "Isabel, filha legítima de Alexandre Ferreira de Andrade natural da Freguesia de Goiana e de sua mulher Maria Torres de Vasconcelos natural desta Freguesia de Nossa Senhora do Rosário das Russas e moradores no Sítio chamado Albuquerque, desta mesma Freguesia, neta Paterna de Luís Ferreira de Andrade natural da Freguesia de Goiana, e de sua mulher Antônia Mendes Bezerra da mesma Freguesia. e Materna de Miguel Antunes de Aguiar natural desta Freguesia das Russas e de sua mulher Maria da Costa Pereira natural de Santo Antão da Mata; nasceu aos dezenove dias do mês de novembro do ano de 1761, e foi batizada com os Santos Óleos aos quatro do mês de dezembro do mesmo ano nesta Capela de Nossa Senhora do Rosário da Vila do Aracati filial da Matriz das Russas por mim Administrador dos Sacramentos abaixo assinado: foram padrinhos, Francisco Xavier de Freitas Correia, solteiro, e Dona Caetana dos Reis, mulher de Antônio Ferreira da Cruz todos desta Freguesia de que tudo para constar fiz este assento em que me assinei. Padre Teodósio de Araújo Abreu, Administrador dos Sacramentos.” Cf.  LA2-33.

1.6. Domingos, n. 1763 e foi batizado a 12 de outubro de 1763, na Capela de N. Senhora do Rosário, Aracati. Termo de batismo.“Aos doze dias do mês de outubro de 1763 anos de licença do Muito Reverendo Cura e Vigário da Vara Doutor Manoel da Fonseca Jaime na Capela de Nossa Senhora d Rosário da Vila do Aracati filial da Matriz das Russas batizei e pus os Santos Óleos a Domingos filho legítimo de Miguel Antunes e de sua mulher Maria da Costa naturais da Freguesia das Russas; Neto pela Paterna de Domingos Antunes de Aguiar e de Ana de Abreu naturais do Rio Grande e pela Materna de Lourenço de Abreu Pereira e de Dona Maria Francisca de Vasconcelos, naturais da Freguesia de Santo Antão da Mata; foi padrinhos,José dos Santos de Figueiredo,  (tantum) de que fiz este assento e assinei. Padre Gonçalo Ferreira de Melo.” Cf. LA2-65.

                       

1.7. Miguel Pereira,  c.c. Joana Dias nasceu em Mossoró, Rio Grande do Norte. Pais de duas filhas: 1.7.1.-.1.7.2.

1.7.1. Rosa nasceu a 13 de agosto de 1781 e foi batizada a 21 do dito mês e ano, na Igreja Matriz do Aracati. Padrinhos, Francisco Xavier Barbosa e sua mulher Lourença  Maria de Jesus.

1.7.2. Francisca nasceu a 13 de abril de 1784 e foi batizada a 24 de maio do mesmo ano, na Igreja Matriz do Aracati. Padrinhos, Matias Ferreira da Costa, solteiro e Rosa Maria do Sacramento, viúva Antônio da Silva Francês Júnior.

1.8. Inácia, filha exposta a porta da casa de Miguel Antunes de Aguiar, n. 1784 e foi batizada a 07 de fevereiro de 1782,  na Igreja Matriz do Aracati. Termo de batismo.Inácia, Exposta em casa de Miguel Antunes morador nesta Vila do Aracati, e foi batizada de minha licença pelo Padre Amaro dos Santos de Andrade aos sete de fevereiro de 1782 anos; por padrinhos Lourenço de Abreu Lima e Catarina Maria do que para constar fiz este assento que assinei. José Carlos da Silva Carneiro, Cura da Vila de Aracati." Cf. LA3-29v. Cf.LR3-112v - LA2-06v,33,65  - LA3-13v,29v,62. 

   2º Filho por Ana de Abreu Lima, legítima mulher de Domingos Antunes de Aguiar.

  1. Bernardo de Abreu Lima nasceu na Freguesia de Russas. Casou-se a 06 de julho de 1763, na Capela da Vila do Aracati, com Rosa Maria nasceu em Açu, Rio Grande do Norte, f.ilha de Félix Correia da Rocha e de Rosa Dias Pereira. Termo de casamento.“Aos seis dias do mês de julho de 1763 anos, depois de feitas as denunciações na Igreja Matriz de Nossa Senhora do Rosário das Russas do Jaguaribe e na Capela da Vila do Aracati em três dias festivos sem descobrir impedimento de licença do muito Reverendo Cura e Vigário da Vara Doutor Manoel da Fonseca Jaime em presença minha abaixo assinado e presentes por testemunhas o Capitão Antônio Nunes Ferreira o Doutor José Baltazar Augeri e outros muitos pelas cinco horas da tarde se receberam por palavras de presente Bernardo de Abreu Lima natural desta Freguesia das Russas filho legítimo de Domingos Antunes de Aguiar e de Ana de Abreu Lima com Rosa Maria natural do Assu filha legítima de Félix Correia da Rocha e de Rosa Dias Pereira e logo lhes dei as bênçãos nupciais na forma do Sagrado Concílio Tridentino de que fiz este assento na Capela da Vila do Aracati. O Padre Gonçalo Ferreira de Melo.” Cf. LA2-136v.